odebateon
Será prorrogado emissão de carteiras, passaportes e vencimentos de protocolos. Foto Arquivo

Polícia Federal atenderá casos considerados de extrema necessidade

Polícia Federal (PF) decidiu suspender todo o atendimento ao público em suas dependências no estado do Rio. O motivo é a pandemia de coronavírus (Covid-19), que já contaminou mais de 30 pessoas no estado.

Mesmo os atendimentos agendados estão suspensos na superintendência, nas delegacias do interior e nos postos de emissão de passaportes.

A PF atenderá, no entanto, casos considerados de extrema necessidade. A expedição e entrega de passaportes, por exemplo, só será permitida a pessoas que tenham viagem marcada para até 30 dias.

Atendimentos a imigrantes só serão feitos nos casos em que haja necessidade de regularização migratória para exercício inadiável de direitos essenciais, como situações de trabalho que possam gerar penalidades aos empregadores.

A PF também decidiu prorrogar os prazos de vencimento de protocolos, carteiras e outros documentos relativos à regularização migratória.

A validade das reciclagens de vigilantes que vence a partir de 12 de março foi prorrogada até 12 de julho.

A PF informou que manterá a suspensão do atendimento ao público enquanto durar a situação de emergência provocada pela pandemia de coronavírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here