São atendidos cerca de seis mil animais por ano, gratuitamente, no Ambulatório de Atendimento Médico Veterinário

O tratamento é ambulatorial é voltado para a população de baixa renda da cidade

Cerca de seis mil animais de pequeno porte – entre cães e gatos – são assistidos por ano no Ambulatório de Atendimento Médico Veterinário de Macaé, que fica localizado no Parque de Exposições Latiff Mussi Rocha. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, de 8h às 11h30 e de 13h30 às 16h30. O tratamento é ambulatorial e o serviço é gratuito, voltado para a população de baixa renda. A capacidade é de 15 animais no período da manhã e 15 no período da tarde, sempre por ordem de chegada.

As principais doenças assistidas na clínica são verminoses, sarna, doenças de carrapato e fungos. Curativos, orientações e, caso necessário, administração da vacina antirrábica também são alguns dos trabalhos oferecidos. O ambulatório não oferece cirurgias, exames ou internações.

Durante os meses mais frios do ano, muitos cães adquirem cinomose (doença viral) e os filhotes de cães apresentam quadro de verminose. Já entre os gatos é comum haver problemas urinários. “Nosso atendimento é humanizado. Procuramos diminuir a dor não só do animal, mas, também, a dor emocional provocada no dono do animal”, pontuou Paulo Barros, coordenador do Ambulatório.

Usuários elogiam atendimento

O morador do bairro Barramares, Paulo Rangel, conta que é a primeira vez que procura o ambulatório do Parque de Exposições Latiff Mussi Rocha, para vacinar os seus dois cães: a Lilica e o Bolinha. “Se eu tivesse que pagar pela vacina antirrábica seria muito difícil no momento, pois estou desempregado. Estou gostando muito do atendimento”, disse.

Já o pintor industrial, Felipe Macedo, conta que utiliza o ambulatório há quatro anos, idade do seu animalzinho, a Mel, que está prenha e apresenta sangramento. “Fiquei preocupado e a trouxe para ser examinada pelo veterinário. Todas as vezes que procurei o serviço sempre fui bem orientado, inclusive quando a minha cachorrinha teve ferimentos no olho”, contou.

O auxiliar de Instrumento, Gabriel Ribeiro, levou uma cachorra que encontrou na obra onde trabalha, para ser atendida pela veterinária. “Nossa equipe de trabalho a encontrou machucada e resolvemos trazê-la. Foi constatado que fraturou a pata e necessita de cuidados especiais. Depois que ela se recuperar vamos arranjar um lar para o animalzinho”, explicou.

Serviço

O espaço conta com sala de espera, parte externa e interna, além da área de atendimento. O Parque de Exposições Latiff Mussi Rocha está localizado na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), s/nº, bairro São José do Barreto. A marcação tem que ser feita pessoalmente com a presença do animal.

2 COMENTÁRIOS

  1. A ENUNCIADO ESTA INCORRETO. NAO É LABORATORIO, APENAS AMBULATORIO. MAS MUITAS CLINICAS DE MACAE ATENDEM A ANIMAIS RESGATADOS SEM COBRAR CONSULTA TAMBEM. A MATERIA PODERIA TER SIDO MAIS COMPLETA COM UM POUCO DE PESQUISA JUNTO AOS GRUPOS DE PROTETORES ANIMAIS NO MUNICIPIO DE MACAE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here