Flexibilização do Comércio de Macaé: consciente e sem terrorismo das Fake News

372

Em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira (2), os presidentes da ACIM, Francisco Navega, e do CDL-Macaé, Luís Henrique Fragoso, voltaram a defender a implantação do Plano de Flexibilização do Comércio, dentro de um cenário adequado à estratégia de enfrentamento ao Coronavírus, conduzida pelo prefeito Dr. Aluízio.

Ao criticar as medidas adotadas nesta semana pelo governo do Estado, Navega afirmou que Macaé já se tornou referência nas medidas de controle sanitário para evitar o contágio local do Coronavírus, e destacou o interesse do prefeito em ouvir as instituições que defendem a retomada das atividades econômicas locais.

“Macaé se transforma em Benchmark no enfrentamento ao Coronavírus. Nós agradecemos a iniciativa do prefeito em ouvir as instituições e planejar a flexibilização. Precisamos que isso aconteça de mais rápido possível, pela sobrevivência da nossa economia”, afirmou o presidente da ACIM.

Desde que foi anunciado, o Plano de Flexibilização do Comércio gerou comentários e interpretações políticas na cidade, motivadas por um “vazamento” de dados manipulados de forma equivocada por redes sociais.

“Tentaram implantar um terrorismo na cidade que contradiz tudo que tentamos construir neste processo. Sempre seremos favoráveis ao diálogo. As decisões não serão tomadas por pressão, mas sim por consciência e trabalho conjunto”, defendeu Navega.

Já Luís Fragoso fez um apelo à prefeitura para que as medidas de flexibilização ocorram de forma mais imediata na cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here