Agentes da Polícia Militar realizam segurança nos bairros adjacentes da área central, que possuem grande incidência de registro - Divulgação/PM

Assaltos, furtos e usuários de drogas pelas ruas preocupam os moradores, e PM garante policiamento ostensivo

Mesmo com os trabalhos de intensificação no policiamento, moradores de Macaé pedem mais ajuda da Polícia Militar, para aumentar ainda mais a segurança no município. Os frequentes registros feitos na 123ª Delegacia de Polícia (DP) de Macaé têm deixado moradores dos bairros Miramar e Visconde de Araújo inseguros, devido aos assaltos a transeuntes, motoristas e até mesmo nos coletivos que fazem as linhas de ônibus. A Polícia Civil afirma investigar os casos e a Polícia Militar tem atuado nas ruas dos bairros, mas mesmo assim os assaltantes estão cada dia mais audaciosos.

De acordo com os moradores dos dois bairros, a insegurança reina no local desde o início do ano e nenhuma ação para coibir a criminalidade foi feita. Para eles, as Ruas Santos Moreira, Monte Elísio e Duque de Caxias têm sido palco de muitos casos. “De três meses pra cá, moradores e até mesmo coletivos ônibus foram alvo de assaltos por bandidos armados na subida do Visconde de Araújo e Campo do Oeste. Sem contar que à noite, até os condutores de veículos pequenos são surpreendidos por assaltantes que ficam escondidos dentro dos matos esperando vítimas para dar o bote”, disse os moradores.

Além de furtos e roubos ocorridos no local, moradores também reclamam de usuários de drogas, que ficam circulando pelo bairro, utilizando os entorpecentes à noite nas ruas, sem se preocupar com quem passa.

“Eles não ficam nem um pouco preocupados se tem criança ou qualquer outra pessoa passando na rua, usam drogas todos os dias. A gente fica preocupado, porque não conhecemos estas pessoas e não sabemos a reação que esses indivíduos podem ter”, declarou um morador que não quis se identificar.

De acordo com dados apurados pelas vítimas dos assaltos, os casos têm sempre características parecidas. Os bandidos utilizam motocicletas, bicicletas e até mesmo a pé, e estão sempre em duplas.

“Toda semana são registrados assaltos na localidade. Não queremos viver com esta violência. Desde agosto, muitos moradores se sentem inseguros de pegar uma condução à noite na rua do Barracão, principal via do bairro Miramar.

Fora as muitas ocorrências de furtos e roubos também em residências, onde os criminosos entram, colocam arma de fogo na cabeça dos moradores, ameaçam, agridem, pegam os pertences das pessoas e fogem do local. A insegurança é total por parte dos moradores”, comenta uma moradora que preferiu não se identificar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here