BR-101 fica interditada por quase cinco horas

393

Manifestantes espalharam pneus, atearam fogo na pista e impediram o acesso de veículos na rodovia

A BR-101, na altura de Casimiro de Abreu, foi interditada nos dois sentidos na manhã de quarta-feira (22), por conta de uma manifestação contra o pagamento de pedágio. A pista foi liberada por volta das 10h40.

O ato reuniu cerca de 50 pessoas e começou por volta das 6h20 no km 192 da rodovia. De acordo com os manifestantes, uma via alternativa para chegar até Rio Dourado foi fechada nesta terça-feira (21) pela Autopista Fluminense, concessionária que administra a rodovia.

Ainda segundo o grupo, com a medida, os moradores do bairro Boa Esperança precisam pagar o pedágio duas vezes para chegar a Rio Dourado. Antes, o pedágio que liga Rio Dourado a Casimiro de Abreu contava com uma passagem que era liberada para os moradores que precisavam ir até Rio das Ostras e outros acessos. Ainda segundo os manifestantes, eles teriam a isenção do pedágio conforme o acordo anterior.

A Autopista Fluminense disse que o fechamento da via alternativa foi realizado por conta das manobras de retorno que eram feitas e que colocavam em riscos os usuários da rodovia e a comunidade no entorno. A concessionária ainda disse que “a medida foi comunicada previamente à comunidade de Boa Esperança e contou com a anuência da ANTT e PRF, sendo tomada após a realização de uma série de ações acordadas previamente com os moradores locais, como a construção de passarela, instalação de pontos de ônibus, em ambos os sentidos da rodovia e o cadastramento de mais de 145 veículos do entorno da praça de pedágio de Casimiro de Abreu, o que permite a isenção de tarifa de pedágio para esse grupo”.

Ainda segundo a nota enviada pela Autopista, a empresa continua realizando a atualização dos dados dos veículos dos moradores já cadastrados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here