Aeroporto de Macaé, desde o início da pandemia, cumpre todas as normas dos órgãos de Saúde para garantir um ambiente seguro para quem precisa viajar - Divulgação

Após oito meses sem voos comerciais por conta da pandemia, o Aeroporto passa a receber os voos de passageiros

Desde o dia 12 de novembro, que o Aeroporto de Macaé vem apresentando um movimento bem maior, em pousos e decolagens. É que, após oito meses sem voos comerciais por conta da pandemia, o Aeroporto passa a receber os voos de passageiros, chegando do Aeroporto Santos Dumont – do Rio de Janeiro, e se dirigindo pra lá.

“O retorno desta rota tão importante para a cidade e região é muito positiva, pois reflete uma retomada da economia. Como Grupo Zurich Airport, estamos trabalhando desde o início da concessão do Aeroporto para torná-lo referência na região. Já tivemos importantes conquistas, como a inauguração dos primeiros estabelecimentos de alimentos e bebidas e os voos comerciais. Nosso objetivo é sempre entregar uma experiência de excelência para nossos passageiros” observa Ricardo Gesse, CEO dos aeroportos de Macaé, Vitória e Florianópolis.

Os voos são operados pela Azul Conecta e oferecem três opções diárias para o Aeroporto Santos Dumont.

Merece lembrar que o Aeroporto de Macaé, desde o início da pandemia, cumpre todas as normas dos órgãos de Saúde para garantir um ambiente seguro para quem precisa viajar. O retorno dos voos reforça o compromisso da concessionária com uma retomada gradual e segura, buscando garantir soluções para os clientes e aumentando sua tranquilidade ao viajar.

Assim, os voos acontecem, de segunda a sexta-feira com destino ao Aeroporto Santos Dumont em três vezes por dia com partidas e chegadas em Macaé. A venda de passagens está aberta em todos os canais oficiais da Azul, com valores promocionais a partir de R$ 158,69.

Os horários dos vôos para Macaé sãos os seguintes de segunda a sexta: Chegadas 9h55, 16h10 e 18h40; e Partidas 10h20, 16h35 e 19h (Posição de parada BOX 30).

Os aviões Cesnna Gran Caravan da Azul Conecta, a empresa sub-regional da Azul, com capacidade para nove Clientes, são responsáveis por cumprir as ligações entre a capital fluminense e o Norte do Rio. As novas operações também seguirão os rígidos protocolos sanitários adotados pela empresa desde o início da pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here