Painel-O-Debate

 

O vice-cônsul adjunto do Japão, Ken Kondo, e representantes da Associação Matsuda Iminkan estiveram reunidos, na manhã de ontem (29), com o prefeito de Macaé, Dr. Aluizio, no gabinete do Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho. O objetivo da visita foi apresentar o projeto da construção de um centro cultural no município. De acordo com a integrante da Associação Matsuda Iminkan, Lúcia Silva, a cidade é muito importante para a comunidade japonesa, pois foi a primeira colônia no país.

Telhado

O acesso à prefeitura pela entrada principal, na Avenida Presidente Sodré, foi bloqueado ontem (29) em função de manutenção do forro do teto do prédio desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. A intervenção imediata ocorre após parte de uma estrutura de gesso cair, no fim da tarde de segunda-feira (28). Há tempos que servidores denunciam as precariedades no prédio que ainda precisa passar por reforma total. Limpeza das vidraças é o que mais precisa.

Fechado

Falando em manutenção, o Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo deve, realmente, permanecer fechado durante a primeira fase do Campeonato Carioca. Ontem (29), equipes de uma empresa contratada pela prefeitura tentavam organizar a intervenção no telhado da arquibancada. E outras ações emergenciais precisam ser feitas. O gramado do campo está bom. Mas não é suficiente para receber jogos de grandes times.

Condutores

Nos arredores do Parque da Cidade, dezenas de pessoas realizam a prova de motorista para ter acesso à primeira Carteira de Habilitação. Esse é um serviço que ainda precisa ser reavaliado pelo Estado, já que há denúncias de corrupção também nesta parte do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Macaé é polo para os condutores que realizam treinamento em Auto Escolas de outras cidades da região.

Vistoria

O impasse sobre a obrigatoriedade das vistorias dos veículos por parte do Detran tem confundido a cabeça dos motoristas que vivem agora a fase do pagamento do Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Pela orientação do governador Wilson Witzel (PSC), a população deve continuar pagando a taxa de licenciamento. Já a Justiça questiona a legalidade do imposto, já que não mais há necessidade de passar pelos postos de vistoria.

Posse

A posse dos deputados eleitos, que acontece nesta sexta-feira (1), movimenta muita gente de Macaé. Uma caravana de vereadores partirá em direção a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), com objetivo de prestigiar o início do mandato de Welberth Rezende (PPS) e de Chico Machado (PSD). Em Brasília, a agenda será ao lado de Christino Áureo (PP) e de Felício Laterça (PSC). Parabéns a todos.

Oportunidades

Com a previsão de abertura de novos postos de trabalho, através da restruturação do mercado offshore, Macaé volta a ser a vitrine nacional de oportunidades. E isso não tem o seu lado negativo, já que o número de desempregados é crescente no país. Com a propagação das vagas, a cidade certamente sofrerá o processo de migração, o que já ocorreu há quatro décadas, causando bônus e ônus que modificaram as características locais.

Segurança

O governo do Estado precisa intervir, com urgência, em Macaé, para garantir maior efetivo nas ações de controle de segurança. A situação dentro das comunidades dominadas pelo crime organizado ainda é crítica. E mesmo com o esforço do comando do 32º Batalhão da Polícia Militar (BPM), a repressão ainda depende de estratégias de inteligência, algo que ainda é precário por conta do sucateamento das forças de segurança.

Esgoto

No Centro, o sol quente ainda revela um dos principais problemas locais: o vazamento de esgoto. Nos horários de maior intensidade do calor, o mau cheiro predomina nas ruas do comércio, em frente a bares e a restaurantes, uma situação que requer intervenção do poder público. A BRK já anunciou obras nas principais áreas centrais. O que falta é a liberação da prefeitura, em função da organização do trânsito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here