Tenente-coronel André Henrique Oliveira permanece no cargo até o mês de janeiro de 2020

A troca de cadeira nos batalhões dos municípios do interior do Estado foram divulgados na manhã desta sexta-feira (19), pela Polícia Militar

Há seis meses à frente do 32° Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Macaé , o comandante responsável pelos seis municípios – Macaé, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, Carapebus, Quissamã e Conceição de Macabu -, tenente-coronel André Henrique Oliveira, permanece no comando exercendo as funções de apreensão de drogas, armas e operações de modo geral, visando combate ao crime organizado. Segundo informações, André Henrique permanece no 32° BPM até janeiro do ano de 2020.

Já outros batalhões da Polícia Militar, a troca de cadeiras teve início na manhã de sexta-feira (19). Em Campos dos Goytacazes, o comandante do 8° BPM, Rodrigo Ibiapina, que assumiu no dia 17 de janeiro deste ano, um dos maiores polos do interior do estado deixa o comando e assume o 25° BPM da Região dos Lagos, que visa atender os municípios de Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo, Iguaba Grande, Araruama, Armação dos Búzios e Saquarema. Atualmente este Batalhão é comandado pelo tenente-coronel Roberto Dantas.

Para o 8° BPM que atende os municípios de Campos dos Goytacazes, São Francisco de Itabapoana, São Fidélis e São João da Barra, o quartel vai receber o tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, que já foi chefe da Guarda Municipal de Volta Redonda e que atualmente estava no 5° Comando de Policiamento de Área (CPA).

Ele deve chegar na próxima semana para conhecer as atividades do 8° BPM de Campos. Já no Noroeste Fluminense quem assume o 29° BPM no lugar de Wagner Lima é o tenente-coronel Jorge Damião Silva de Souza. Este batalhão é responsável pelas áreas de Itaperuna, Italva, Bom Jesus do Itabapoana, Cardoso Moreira, Laje do Muriaé, Porciúncula, Natividade, Varre-Sai e São José de Ubá.

Em nota, a assessoria de comunicação da Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que, quando ocorrem as trocas de comando fazem parte da rotina administrativa da corporação.

Balanço da ação em Macaé

O tenente-coronel André Henrique vem combatendo o enfrentamento de crimes organizados e disputas por território do tráfico de drogas, que tem se expandindo gradativamente em todos os municípios do interior do Estado. Nesses seis meses à frente do 32° BPM de Macaé, mais de 500 armas foram apreendidas nos seis municípios de abrangência do batalhão, e diversas prisões foram realizadas , seja em flagrante ou mandato por determinação da justiça.

André comandava o 7º BPM, em São Gonçalo, na região Metropolitana do Rio, onde ficou por cinco meses. Antes disso, o tenente-coronel teve uma passagem reconhecida pelo 25º BPM, em Cabo Frio, onde esteve por dois anos e meio à frente da segurança dos municípios da Região dos Lagos.

Em sua primeira entrevista no cargo, o militar assumiu o compromisso de dar continuidade aos projetos da gestão anterior, atuando ostensivamente no combate ao crime organizado, integrando a PM com a sociedade civil.

“ O que afeta o cidadão no dia a dia é justamente o roubo e nós temos que focar nisso através da análise criminal. Por outro lado, reprimir o tráfico de drogas, tirando armas de circulação, que acabam tirando muitas vidas”, pontuou o comandante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here