Categoria fechou a Avenida Presidente Sodré onde profissionais reivindicam a redução da taxa de circulação

Insatisfeitos com a regulamentação feita pela prefeitura de Macaé, para o serviço de transporte individual de passageiros, por aplicativos em carros particulares, oferecido por empresas como Uber, dezenas de taxistas foram às ruas na manhã de quarta-feira (11), em carreatas para protestar a favor da redução da taxa de circulação no município e a regulamentação dos aplicativos de transportes.

Os taxistas se concentraram no início da manhã em frente à sede da prefeitura, no Centro, gerando retenção no trânsito em vários pontos da cidade. Muitos veículos que passavam em frente ao ato, na Avenida Presidente Sodré, tiveram que desviar do trânsito. “Estamos exigindo urgência na votação do PL (projeto de lei) dos aplicativos. É um movimento independente e avisamos na prefeitura e na Câmara que iríamos protestar”, explicou um dos líderes do movimento.

A categoria deseja ainda a regulamentação municipal dos aplicativos utilizados para o transporte particular. Estima-se que cerca de 600 motoristas realizem atividades na Capital Nacional do Petróleo. “Nossa categoria está muito bem alinhada, estamos mantendo conversas com a prefeitura e com vereadores para debater o projeto. Isso é um protesto à parte, isolado”, disse outro líder do movimento.

Taxistas fecham avenida e protestam contra o transporte de aplicativo e reivindica do governo redução de taxa

Durante a manifestação, 178 taxistas que atuam na cidade aderiram à paralisação e nenhum veículo da frota circulou.

A categoria ocupou a calçada da prefeitura de Macaé e via principal que liga o Centro e outros bairros. As vias que davam acesso ao local tiveram tráfego impedido pelos agentes de trânsito que orientavam os motoristas.

Entramos em contato com a assessoria de Comunicação da Prefeitura de Macaé para saber se a reivindicação será acatada, mas até o momento não recebemos nenhuma resposta do governo municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here