Preocupada com a pandemia de coronavírus, a escritora Mariana Müller cria super projeto para garantir opção de lazer às crianças neste período de suspensão das aulas pelas escolas, levando até as residências muita diversão a criançada, ao oferecer todos os dias uma história infantil, além de muita brincadeira através do Instagram (ao vivo) @marifazdeconta

Em tempos de coronavírus, cresce um clima de solidariedade no mundo inteiro. O avanço da Covid-19 trouxe várias mudanças de hábitos das pessoas em especial entre os macaenses. O isolamento social é uma realidade, e em meio ao medo e à incerteza, uma onda de solidariedade vem crescendo.

Assim, o vírus fez com que as pessoas saíssem dos ‘casulos’ para se preocuparem com os vizinhos idosos, que não devem sair de casa. As listinhas de compras são passadas para voluntários, que moram ao lado, para evitar a saída aos supermercados ou as farmácias. O mesmo acontece com os familiares dos idosos, que suprem suas casas para protegê-los.
Nas redes sociais, muitas pessoas estão se colocando à disposição para oferecer ajuda aos idosos e têm até quem esteja produzindo máscaras para doar para quem não tem condições de comprar.

Nas mesmas redes, os artistas mostram suas artes com a finalidade de oferecer entretenimento, neste período de isolamento social. Os músicos mostram os seus melhores hits, os cantores entoam seu mais belo repertório, os atores interpretam sua peças teatrais. Para as crianças não faltam diversão. Os contadores de histórias entram em ação, e o programa infantil está montado na sala das casas. Até a bailarina entra em cena via online, amenizando o sentimento de isolamento de todos.

Os profissionais da saúde dão uma lição emocionante de solidariedade humana: colocam a própria vida em risco para salvar outras vidas. O mesmo acontece com outros profissionais de serviços essenciais, que não podem se proteger indo para o autoisolamento.
Muitas são as pessoas que estão tirando dos seus bolsos para pagar cestas básicas para pessoas, como os ambulantes e autônomos, que já estão passando fome por falta de trabalho.

Os grupos de WhatsApp prestam um serviço importante, detectando as dificuldades das pessoas de ficarem sozinhas. Outro ponto importante é o site que vem ajudando as pessoas que não estão sabendo lidar com o isolamento, e que está ficando ansioso, depressivo, agressivo, compulsivo ou com medo demais. É o site A Chave da Questão, que apresenta diversos psicólogos conectados que poderão ajudar essas pessoas a lidarem com as próprias dificuldades. Eles estão atendendo online, completamente de graça, as pessoas que estão precisando de ajuda. “www.achavedaquestao.com.br.

O vírus vem ajudando a humanidade a desacelerar nessa vida alucinada e rever valores que estavam esquecidos. A família tinha perdido o hábito de almoçar junta. Os pais e filhos sentiram o prazer de ver um filme sentados na poltrona de casa. A família redescobriu que a união faz a força. As pessoas voltaram a sentir amor pelo próximo. O vírus veio nos lembrar que precisamos de Deus acima de tudo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here