Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Briga de facções criminosas provoca tiroteio

Criminosos teriam invadido a comunidade da Favela da Linha, no Cajueiros, no início da tarde de terça-feira (24). Uma pessoa morreu

Em 25/04/2018 às 11h37


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Moradores da Favela da Linha, do bairro Cajueiros relatam rotina do medo diante de várias brigas de facções criminosas Moradores da Favela da Linha, do bairro Cajueiros relatam rotina do medo diante de várias brigas de facções criminosas
Uma pessoa ficou ferida após uma intensa troca de tiros na comunidade da Favela da Linha, no Cajueiros, em Macaé, no início da tarde desta terça-feira (24). Criminosos que conduziam um automóvel entraram na comunidade e efetuaram diversos tiros pelas ruas e contra outros criminosos da localidade. Imediatamente, comerciantes tiveram que fechar os estabelecimentos, com medo de bala perdida. 

Segundo informações, durante a troca de tiros, um rapaz identificado como Wenderson da Silva Pereira foi atingido na região da face e a população ajudou a vítima que foi encaminhada para Pronto Socorro de Imbetiba, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. 

Na hora do confronto, quem estava nas ruas, seguiu imediatamente para as suas residências para se proteger. Minutos depois dos disparos, uma guarnição da Polícia Militar chegou ao local e ouviu várias declarações de pessoas que presenciaram o ocorrido. Os policiais não conseguiram capturar os suspeitos.  

Há a informação de que traficantes do A.D.A. (Amigo dos Amigos) tentam invadir o território da facção Comando Vermelho (C.V). O policiamento no local foi reforçado. 

Por volta das 14h desta terça-feira (24), um adolescente foi executado a tiros próximo a Rodovia Amaral Peixoto, na Rua da Backer, no bairro Engenho da Praia. Segundo informações, dois homens em uma motocicleta efeturam diversos disparos de arma de fogo contra o menor que acabou morrendo na calçada. O corpo foi encaminhado para o IML de Macaé, e o caso foi registrado na delegacia de Macaé. 

Suspeito é baleado após troca de tiros  

Durante a operação foram apreendidos arma e drogas no bairro Bosque Azul (Divulgação/PM)



Uma intensa troca de tiros deixou moradores do bairro Bosque Azul assustados, no fim da tarde  de segunda-feira (23), após a Polícia Militar receber denúncia anônima a respeito de comercialização de tráfico de drogas na região. Ao avistarem a viatura da PM, 15 traficantes efetuaram diversos disparos contra a guarnição.

Os agentes militares revidaram a agressão contra os criminosos. Mais à frente, a PM encontrou um suspeito baleado no pé,  identificado como Vitor Rodrigues Tavares, de 22 anos, conhecido como ‘Mata Rindo’, e com ele havia uma pistola 9 milímetro. O baleado foi encaminhado para o HPM e permanece detido na unidade de saúde. 

No Bosque Azul também foram apreendidos um carregador com 8 munições intactas; R$ 170,00 em espécie; 10 papelotes de cocaína; 10 mariolas de maconha e duas buchas da mesma erva. Vitor, o Mata Rindo, já é conhecido em Macaé por suas inúmeras anotações criminais. Antes de completar maioridade, ele foi apreendido diversas vezes por tráfico, porte ilegal de arma de fogo, entre outros.


PM registra dois homicídios na Aroeira 

Dois assassinatos foram registrados no último fim de semana no bairro Aroeira, em Macaé. O primeiro crime aconteceu no início da manhã de sábado (21), na Rua Elmadir Pinheiro Ferraz. A vítima foi identificada como Alexsandro Alves, morto com vários tiros na cabeça. O corpo do rapaz foi encaminhado para o IML de Macaé. 

Já na madrugada  de segunda-feira (23), dois jovens, ambos de 24 anos, foram baleados, no bairro Aroeira. A vítima identificada como Felix Bispo Pinto, chegou a ser socorrido e levado para o HPM, mas morreu logo após dar entrada na unidade de saúde. Já o outro rapaz com o nome de Alan Morais, foi baleado no rosto e segue internado no HPM. 

No hospital, o sobrevivente contou à PM que elementos em um carro não identificado teriam passado e atirado em direção a eles. Segundo a PM, Felix, que veio a óbito, tinha duas anotações criminosas por furto.  Já o Alan não possui anotação criminosa. 

Alexsandro Alves e Felix Bispo Pinto foram executados a tiros no bairro Aroeira (Divulgação/PM)

Autor: Cristian Kupfer

Foto: Arquivo


    Compartilhe:

Tags: polícia


publicidade