Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Parque da Cidade: Obra de escola segue sem prazo para conclusão

Quando iniciada, a previsão era de que a escola teria capacidade para atender 720 alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental

Em 01/03/2018 às 13h52


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Enquanto a nova licitação não sai, o pouco que foi feito no local segue acabando no tempo Enquanto a nova licitação não sai, o pouco que foi feito no local segue acabando no tempo
Mais um mês se inicia e na cidade obras deixadas inacabadas pelo governo anterior seguem sem prazo para conclusão. Entre elas, obras de unidades de ensino que já deveriam estar em pleno funcionamento. Uma delas é a construção da Escola que está abandonada no Parque da Cidade. Há anos, o prazo de conclusão da obra vem sendo adiado. Em agosto de 2017, a informação da Prefeitura era de que o órgão municipal iria retomar a licitação para a construção da unidade, assim como da Escola Padrão - que começou a ser construída no Novo Horizonte.

No entanto, nada ainda foi feito e o abandono do local é nítido e constatado por quem circula ali. "Já estamos em março de 2018 e o local, assim como todo o Parque da Cidade está abandonado. Essa obra já deveria ter sido entregue desde 2014", disse um morador do bairro. 

Enquanto a obra não é concluída, ou melhor, retomada, o pouco do que foi feito segue acabando no tempo e exposto a sol e chuva. Quando foi iniciada, a construção estava orçada em R$ 8.209.535,32: um orçamento que previa a construção de 15 salas de aula, laboratório de informática, sala multifuncional, sala de leitura, auditório, secretaria, direção, quadra e pátio cobertos, estacionamento e demais dependências, com capacidade para atender 720 alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

Em novembro do ano passado, procurada pela redação do Jornal, a Prefeitura havia informado que, segundo a Secretaria de Obras uma nova licitação para a obra da Escola do Parque da Cidade seria realizada, tão logo fosse determinado orçamento para tal.

Já dessa vez a informação emitida pelo órgão é que, devido ao não cumprimento contratual por parte da empresa que realizava a obra, está sendo feito um destrato, para que então seja realizada uma nova licitação. Na ocasião, o Jornal questionou se há algum prazo para que isso aconteça, mas até o fechamento da edição o órgão não havia se pronunciado. 

Outra unidade que também está com a obra parada é a  Escola Municipal de Educação Infantil que está sendo construída no bairro Ajuda. Após ter ficado anos abandonada, a obra havia sido retomada em junho de 2017 com previsão de conclusão para fevereiro deste ano, no entanto, as obras foram interrompidas mais uma vez e a previsão emitida pelo órgão municipal recentemente é de que sejam retomadas neste mês. 

Antes de ter sido retomada em junho do ano passado, a obra chegou a ficar mais de três anos abandonadas pelo poder público. Ainda no final de 2017, uma placa instalada no local apontava que as obras foram reiniciadas no dia 26 de junho com prazo de conclusão para 26 de fevereiro de 2018. O valor da construção atual é de R$ 1.716.333,40. 


Ainda segundo informações contidas na placa, estavam participando dessa nova etapa da construção o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Ministério da Educação (MEC), Banco do Brasil e Prefeitura de Macaé. 

Vale lembrar que a unidade que deveria já estar em funcionamento desde 2014, antes estava orçada em R$ 1.303.424,96. 
 

Autor: Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

Foto: Wanderley Gil


    Compartilhe:

Tags: educação


publicidade