Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Nupem e UFRJ recebem novos mestrandos e doutorandos

Profissionais a serem recebidos hoje farão parte da primeira turma de doutorado do Programa de Ciências Ambientais e Conservação e da 4ª turma do mestrado

Em 20/03/2014 às 09h45


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

Solenidade de recepção dos novos discentes será realizada no Nupem às 14h Solenidade de recepção dos novos discentes será realizada no Nupem às 14h
Nesta quinta-feira, 20, o Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé (Nupem) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Campus Macaé Professor Aloísio Teixeira darão as boas-vindas  à primeira turma do Programa de Doutorado em Ciências Ambientais e Conservação, composta por dez estudantes e aos novos futuros mestrandos do curso. 

A solenidade vai contar com a participação de docentes da UFRJ, entre eles o diretor do Nupem e professor da UFRJ, Francisco Esteves, o professor e vice coordenador da pós-graduação Marcos Paulo, o coordenador do curso, Rodrigo Nunes da Fonseca. 

Na ocasião haverá uma palestra a ser ministrada pelo alemão, Professor Dr. Martin Plath, do Department of Ecology & Evolution J.W. Goethe-University Frankfurt am Main. O título da conferência será "Adaptation and speciation along ecological gradients in poeciliid fishes". 

De acordo com Rodrigo, a vinda do professor alemão à cidade faz parte de um projeto de colaboração com a professora Ana Petry e destaca a importância dessa nova etapa. "Esse é o primeiro doutorado da UFRJ no município e fora da sede. E os alunos que iremos receber no dia 20 serão os primeiros a se formar fora do município do RJ", disse. 
A professora Ana Petry, responsável pela vinda do professor alemão esclarece que este pesquisador permanecerá no NUPEM após a conferência para trabalho de colaboração. 

O curso de doutorado foi aprovado pelo Conselho Superior da Capes ano passado e é considerado pioneiro, tanto no Nupem quanto na cidade e região, pois é o primeiro programa de Doutorado da UFRJ fora da cidade do Rio de Janeiro, assim como os mestrados oferecidos na cidade. 

A aprovação foi divulgada no dia 19/09/2013, como resultado das propostas que foram analisadas durante a 149ª Reunião do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES), realizada no período de 09 a 13 de setembro de 2013, em Brasília. O resultado foi  fruto da iniciativa, força e perseverança de docentes que sonham diariamente com a expansão e interiorização da universidade na cidade. Fazem parte dessa conquista os organizadores da proposta, os professores Cíntia Barros, Fábio Di Dario, Marcos Paulo Barros, Michael Mincarone, Pablo Gonçalves e Tatiana Konno, que trabalharam mais de uma semana, por mais de 12 horas por dia, no projeto junto com ele e o Professor Francisco Esteves. 

As atividades com características interdisciplinar serão voltadas para mestres em áreas diversas como Ciências Ambientais, Ciências Sociais, Química, Geologia, Geografia e outras áreas afins e terá doutorado, com a duração de 450 horas, e deve ser composto por quatro disciplinas obrigatórias e 18 eletivas. 

Um dos principais objetivos de implantação do curso no campus é a formação de um profissional na área, e que ao mesmo tempo, seja capacitado para produção de conhecimentos científicos considerados essenciais para o desenvolvimento da região Norte Fluminense e outras partes do país, uma vez que a universidade começou a formar, este ano, os primeiros mestres em Ciências Ambientais e Conservação. 


Autor: Juliane Reis/ Juliane@odebateon.com.br

Foto: Kaná Manhães


    Compartilhe:


publicidade