Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Média salarial de Macaé em alta

Segundo o IBGE, o Rio registrou o melhor salário desde fevereiro de 2003: R$ 1.805

Em 28/03/2012 às 08h19


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

O rendimento médio dos trabalhadores fluminenses bateu recorde em fevereiro, com crescimento de 3,7% mensal e 0,4% anual. Segundo a Pesquisa Mensal do Emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Rio registrou o melhor salário desde fevereiro de 2003: R$ 1.805. Comparado a janeiro deste ano, o aumento da renda foi o maior entre as seis regiões metropolitanas pesquisadas, e superou o índice de 2,6% registrado em São Paulo, que apresenta a maior renda do País.

De acordo com o IBGE, que pesquisou também o ganho de poder de compra em Belo Horizonte, Salvador, Porto Alegre e Recife, a renda fluminense é maior que a atual média nacional, que é de R$ 1.699,70. A taxa de ocupação no Rio também cresceu em relação ao ano passado, passando de 51,6% para 52%. Os setores que apresentaram alta de empregabilidade entre fevereiro de 2011 e 2012 são Construção em geral, de 7,4% para 7,9%, e Comércio, de 18,5% para 18,6%.

Em Macaé, com dados de referência do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a média salarial praticada na Capital Nacional do Petróleo é a maior de todo o estado ficando em R$ 3.715,37, referentes aos trabalhadores que atuam com registro em carteira assinada.

Dados divulgados nesta semana pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), através do Caged, evidenciam um novo potencial de Macaé como uma das cidades mais prósperas do Rio de Janeiro e do país.

Com base em dados referentes ao ano de 2010, a cidade liderava o ranking entre os municípios do Rio de Janeiro com maior remuneração média dos trabalhadores formais, que atuam com registro em carteira assinada. Porém, segundo informações do presidente do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico (Fumdec), Francisco Navega, atualmente, Macaé é a segunda colocada no ranking dos municípios que melhor remunera no Estado, além também de representar o potencial econômico do município, os números representam o poder da influência da indústria do petróleo no município, já que o setor offshore é considerado como o principal propulsor para que Macaé alcançasse a liderança do ranking.

“O ramo offshore é o grande contribuidor com esse processo. Além de oferecer oportunidades de emprego, o município representa uma grande média de remuneração, o que comprova também a força do poder aquisitivo que a população da cidade possui. Hoje Macaé é a segunda do ranking, atrás de Niterói, porém mostrando o grande potencial que o município tem”, afirmou. 

Autor: Douglas Chaves/ douglaschaves@odebateon.com.br


    Compartilhe:


publicidade