Cadastre-se e receba nossas novidades:

Notícias

Nupem promove palestra sobre peixes dos Andes na terça-feira

Em 31/05/2010 às 13h09


Versão para impressão
Enviar por e-mail
RSS
Diminui o tamanho da fonte Aumenta o tamanho da fonte

O Ciclo de Palestras em Diversidade, Ambiente & So O Ciclo de Palestras em Diversidade, Ambiente & So

Como acontece a cada 15 dias, os organizadores do Ciclo de Palestras em Diversidade, Ambiente & Sociedade, promovem mais uma palestra. O evento acontece às 15h, no auditório do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-Ambiental de Macaé (Nupem/UFRJ).

O encontro é voltado para estudantes e alunos do curso de ciências biológicas da UFRJ. O tema desta vez será “Peixes dos Andes tropicais: uma perspectiva regional em diversidade e conservação". A palestra será ministrada pelo pesquisador colombiano, Javier Maldonado-Ocampo e desenvolve seu Doutorado no Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Maldonado-Ocampo faz parte do setor de Ictiologia Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro. A palestra abordará a diversidade dos peixes andinos e os impactos que afetam a preservação de uma das faunas mais peculiares da região neotropical.  De acordo com o diretor de Extensão do Nupem/UFRJ, Fábio Di Dario. Os Andes tropicais abrigam uma concentração e variedade extraordinária de espécies numa paisagem sob a pressão crescente das atividades humanas.

A conservação das plantas e dos animais nativos da região tem recebido atenção internacional considerável, mas o foco sempre esteve preferencialmente na biota terrestre. Os peixes dos Andes tropicais estão entre os vertebrados menos conhecidos do mundo. Estima-se que entre 400- 600 espécies habitam os diversos ambientes aquáticos na região, destaca Di Dario. “Quase 40% destas espécies são endêmicas”, diz.

Os peixes dos Andes tropicais são vulneráveis às mudanças ambientais relacionadas ao desmatamento, retiradas da água, poluição, introdução de espécies, e à instalação de hidrelétricas. Suas distribuições e dinâmica de populações podem ser afetadas por alterações na hidrologia e pelas temperaturas de água mais quentes decorrentes do aquecimento global.

Segundo ele, três espécies são consideradas extintas, algumas estão ameaçadas, e diversas outras populações tem probabilidade de declinar ou desaparecer. A preservação a longo prazo dos peixes dos Andes tropicais dependerá de uma consideração mais ampla dos sistemas de água doce em iniciativas regionais de conservação. Para participar da palestra não é necessário fazer inscrição. 

Serviço:
Local: Auditório Prof. Dr. Francisco de A. Esteves - (NUPEM/UFRJ)
Rua Rotary Club, S/N
São José do Barreto, Macaé
Tel.: (22) 2762-9313 / 2759-3431/ 2759-3420

Foto: Gabriel Sales


    Compartilhe:


publicidade