Mônica Martelli e Maitê Proença - Divulgação

A instituição lança Vakinha Virtual e recebe apoio de artistas como Maitê Proença, Mônica Martelli e Angela Vieira

Um pedido de socorro foi lançado na cidade e ecoou no meio de artistas consagrados do cenário nacional. Diante do quadro de confinamento e com a escola fechada, o Sentrinho vem enfrentando sérios problemas financeiros. Neste momento, a escola macaense atrai as atenções de artistas como Maitê Proença, Mônica Martelli e Angela Vieira. É que, sensibilizadas com a dramática situação que atravessa a instituição macaense, as consagradas atrizes foram para as redes sociais e lançaram vídeos solicitando o apoio das pessoas para salvar aquele estabelecimento de ensino, aderindo a Vakinha Virtual.

“Oi, eu sou Maitê Proença e queria pedir um minutinho da sua atenção para falar da escola Sentrinho em Macaé. É uma escola diferente que trabalha com a inclusão educacional e social de pessoas que têm deficiências diversas como físicas, motoras, visuais, auditivas, intelectuais e outras dificuldades. O Sentrinho funciona há 31 anos e tem atualmente 200 alunos. Como tantos empreendimentos, essa escola também está com grandes dificuldades e para manter essa escola viva, nós estamos fazendo uma vaquinha virtual. Antes da pandemia, nossa maior fonte de renda era o ‘Gourmet Musical’, evento muito conhecido na região que permitia pagar as contas. Sem ele, nós precisamos de você. Por favor, ajude! Muito obrigada!”, diz a atriz Maitê Proença no vídeo.

“Olá, eu sou Mônica Martelli, sou atriz! E estou aqui para falar com vocês sobre a escola Sentrinho. Alguns de vocês conhecem a escola Sentrinho em Macaé, outros não. É uma escola diferenciada, funcionando há 31 anos para 200 alunos com deficiências diversas, a grande maioria, com sérias dificuldades socioeconômicas, e devido à pandemia, está sem data prevista para o retorno das atividades. Uma das fontes de renda para manter o Sentrinho são eventos ‘Gourmet Musicais’ que sempre são feitos, atualmente impossíveis de serem realizados. Para manter a escola viva, e pagar contas e parte dos funcionários, algumas ações foram previstas. Uma delas é a vaquinha e estou aqui para pedir a sua ajuda, para ajudar a escola Sentrinho. Obrigada!”, declara a atriz macaense Mônica Martelli.
Por outro lado, a Diretora Rita Nolasco revela também que os alunos da escola estão passando por dificuldade e a escola tem procurado suprir as famílias com cestas básicas. Além de estar passando dificuldades para cumprir com os compromisso da escola ainda vem fazendo doação de gêneros alimentícios aos alunos carentes.

Outro dia, a instituição promoveu a live show do Trio SNS com renda revertida para a escola. O evento aconteceu no sábado (25) a partir das 16h através do Canal Youtube – Trio SNS. A doação foi de qualquer valor. Para participar da Vakinha Virtual da Escola Sentrinho basta entrar no http://vaka.me/1216213 e fazer sua doação. “Precisamos de doações para poder sobreviver, resistir e sonhar, neste tempo de pandemia”, disse a diretora.

“Somos a Escola Sentrinho Sentrom em Macaé, lugar muito especial, de gente feliz, que ousa, cria, desafia rótulos e preconceitos. Aqui, todos somos pessoas com suas histórias, desejos, sonhos e o direito fundamental de Ser e Existir. Somos alegria, amor, cuidado, respeito e magia, e agora a tristeza e pessimismo não moram conosco. Somos esperança e fé na vida, nas pessoas e nos sonhos do Bem”, declarou a Diretora Rita Manhães, lembrando que a escola apresenta uma história de 31 anos de lutas, desafios, conquistas, abrigando cerca de 200 alunos, que são a razão maior da existência da instituição.

“Em 2020, o maior dos desafios: a Pandemia. Como sobreviver, resistir e sonhar? Você com sua contribuição possível pode ser a Luz da Bênção”, frisou esclarecendo ainda que o Sentrinho é uma escola especial com proposta de inclusão educacional e social de pessoas com condições de deficiências diversas (física, motora, visual, auditiva, intelectual, entre outras). Pratica a inclusão também recebendo alunos com dificuldades de aprendizagem e que são excluídos nos espaços das escolas regulares. E conclui: “o fundamento filosófico de nosso trabalho é o cuidado, o afeto, o respeito à diversidade e o direito de todos à Educação e à dignidade de ser e existir.”

Os interessados em colaboração, os dados bancários: Banco do Brasil Ag: 0051-5 Cc: 4733-3 – CNPJ: 31504798/0001-32 – Associação Educacional Terapêutica Sociedade de Ensino e Terapia Macaense – Endereço: Av. Evaldo Costa, n 475. Sol e Mar. Macaé RJ. instagram: @escolasentrinho \ facebook: escola Sentrinho.
Outras informações: (22) 2762 9647 / (21) 99971-6482

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here