Welberth Rezende presidiu audiência que garantiu reforço da PRF no trecho da BR-101 Macaé-Rio

Welberth Rezende lidera iniciativas que garantem à região combate aos índices de criminalidade

A decisão da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em adotar regime adicional de gratificação para policiais que atuam nos postos de vigilância situados no trecho da BR-101, de Macaé ao Rio de Janeiro, representa uma das conquistas importantes que irão elevar proteção aos moradores da Capital Nacional do Petróleo, e região, defendidas pelo deputado estadual Welberth Rezende (PPS) na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Fruto da segunda audiência pública liderada por Welberth, como presidente da Comissão de Turismo da Alerj, em parceria com a Comissão de Segurança Pública da Assembleia, a decisão da PRF amplia as ações de proteção aos motoristas que cruzam a rodovia federal, permitindo assim que os policiais possam trabalhar em dias de folga. “A segurança pública tem eficácia quando há união de forças entre os municípios, o Estado e o governo federal. A iniciativa da PRF demonstra, de forma clara, que há mecanismos de enfrentar os índices de criminalidade, garantindo que a nossa população deixará de ser refém do medo que marca este trecho da BR-101”, avalia o deputado.

No mês passado, durante a décima edição da Brasil Offshore, a iniciativa da Comissão de Turismo da Alerj garantiu, junto a secretaria estadual de Segurança, o reforço do efetivo da Polícia Militar nos trechos da BR-101 com maior índice de assaltos e até sequestros de motoristas. “A BR-101 é a principal estrada de logística para a indústria do petróleo, para o turismo regional e para todas as atividades econômicas das cidades da nossa região. Para Macaé, a rodovia é fundamental, não apenas no aspecto financeiro, mas pela rotina comum de nós macaenses”, aponta o parlamentar.

No primeiro ano do seu mandato, Welberth já encaminhou uma série de solicitações à secretaria estadual de Segurança Pública para reforçar o efetivo de policiais em Macaé. Uma delas foi a garantia de retorno os soldados lotados no 32º Batalhão da PM da cidade, que atuam nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), na Capital. “Solicitamos também reforço da frota de veículos utilizados nas operações de vigilância, tanto para a Polícia Militar, quanto para a Polícia Civil, medidas que já começam a ser adotadas pelo Estado”, apontou.

Com o retorno das atividades parlamentares na Alerj, Welberth pretende mobilizar as forças de segurança para elevar as ações de proteção da população macaense, e da região.

Integração do petróleo
reforça luta por segurança

Presente na audiência pública, a Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) reforçou a luta pelo enfrentamento a violência na BR 101, para assegurar a integração regional para a operação da indústria de petróleo e gás. Representada pelo presidente Francisco Navega e pelo diretor Marco Navega, que preside o Convention and Visitors Bureau (CVB) Estadual, a Associação deu apoio a mobilização criada pela Alerj para sensibilizar o governo do Estado a adotar medidas que possam reforçar a segurança da rodovia, no trecho do Rio-Manilha.

“A estrada representa a dinâmica econômica da nossa região fluminense e também de outros Estados, fazendo a integração nacional. Por isso, defendemos o reforço do policiamento durante a feira Brasil Offshore, uma realidade que precisa ser contínua, para assegurar o turismo de negócios, assim como do turismo de lazer”, destacou Marco Navega.

O encontro foi presidido pelo deputado estadual Welberth Rezende (PPS) e contou com a participação do deputado estadual Chico Machado (PSD). “As empresas que estão em Macaé e Campos são multinacionais, que demandam muita força de trabalho e que representam um capital profissional imensurável. Representamos a força do petróleo nacional, cujo canal de ligação é a BR-101. Mais que tudo isso, precisamos assegurar a vida das pessoas, sensibilizando o novo governador e o novo presidente, a atender essas demandas”, destacou Navega.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here