Secretário adjunto é exonerado após ter agredido a ex-mulher

490
Flávio Isquierdo foi exonerado pelo prefeito ontem

Secretário adjunto de Serviços Públicos, Flávio Isquierdo, é exonerado, após denúncias de agressão

Em menos de uma semana, mais uma baixa foi registrada na composição do secretariado municipal. Sob denúncia de agressão, o secretário adjunto de Serviços Públicos, Flávio Isquierdo, foi exonerado na quarta-feira (9), pelo prefeito.

O secretário de Serviços Públicos de Macaé foi denunciado na Delegacia pela ex-esposa, Pamêla Marques Queiroz. A denúncia, que virou uma ação judicial, trata-se de lesão corporal, ou seja, violência contra a mulher.

Na ação, o Juiz Otávio Mauro Nobre decidiu que Isquerdo deverá manter 150 metros de distância da ex-companheira e também dos familiares de Pâmela. A medida protetiva foi concedida em caráter de urgência.

Integrante do alto escalão do governo da mudança desde o início, em 2013, Flávio ocupou posições estratégicas da prefeitura, com trabalho dedicado a compor alianças políticas. De Coordenador de Bairros, cargo que pertencia a antiga estrutura do secretariado municipal, ele passou a integrar a supersecretaria de Infraestrutura, liderada por Célio Chapeta, braço-direito de Dr. Aluízio, que passa a acumular também os Serviços Públicos.

Flávio também representava o governo na articulação política junto a Câmara de Vereadores, em especial, através da proximidade com o presidente do Legislativo, Dr. Eduardo Cardoso (PPS) e com outros parlamentares.

Por conta das denúncias de agressão, a permanência de Flávio no governo já estava em xeque, devido a preocupação do fato pessoal do ex-secretário arranhar a imagem da administração municipal.

Na semana passada, o ex-secretário adjunto de Obras, Saulo Ramos, pediu exoneração do cargo por motivos pessoais. Ele foi contratado para trabalhar em uma empresa de engenharia, no Rio de Janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here