O gerente da Joint Venture ARKER (Banco Pátria, Shell e Mitsubish), Rogerio Souza, e o empresário Marcelo Merrel, que dirigiu a reunião

Visando buscar novos  contribuintes para a economia da Capital do Petróleo, foi apresentada, através da 1º reunião virtual do Movimento, a ‘Implantação da UTE (termelétrica) Marlim azul’  pelo gerente da Joint Venture ARKER (Banco Pátria, Shell e Mitsubishi), Rogério Souza. O evento aconteceu na manhã do dia 22 de maio de 2020, e contou com a presença online de 130 pessoas.
Durante a apresentação, o Sr. Rogério Souza mostrou a magnitude de todo o projeto do empreendimento, informando que a fase de terraplanagem se encontra concluída e aponta como previsão, junho de 2020, para o início das obras de construção. Segundo ele, a liberação por parte dos órgãos municipais demorou um pouco mais que o previsto por causa da pandemia e das limitações que isso acarreta no funcionamento dos Órgãos em geral. Ainda, segundo o gerente responsável pela Joint Venture, a obra vai gerar cerca de 1400 empregos diretos e mais de 3000 indiretos. O investimento total do empreendimento será superior a 2 bi de reais.

A reunião do Repensar Macaé,  foi dirigida pelo empresário Marcelo Reid (Merrel), que no final da apresentação abriu espaço para perguntas por parte das instituições organizadoras. Durante a sessão de perguntas e respostas, o Gerente Rogerio Souza, se comprometeu em sempre que possível, dar preferência a fornecedores locais tanto de materiais como de serviços, ressaltando ainda, a experiência que as empresas locais possuem em atender a grandes contratos.
O movimento REPENSAR MACAÉ, é composto pelas instituições empresariais: Rede Petro-Bacia de Campos, Comissão Municipal da Firjan, ACIM (Associação Comercial e Industrial de Macaé), ABESPETRO Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo, Macaé C&VB (Convention & Visitors Bureau), SPE (Society of Petroleum Engineers), IADC (Associação Internacional de Empreiteiros de Perfuração), AMACON (Associação Macaense de Contabilistas) e tem como objetivo fomentar o Desenvolvimento Econômico e Social a curto, médio e longo prazo em Macaé. Criado em dezembro de 2017 o Repensar Macaé, iniciou o primeiro encontro em Março de 2018, reunindo numa primeira reunião, 250 participantes, onde todos puderam contribuir com novas ideias e sugestões. Dessas ideias iniciais, foi feito um agrupamento por setores e temas, se transformando em ações. Cada ação foi destinada a uma das instituições afins, para que junto aos órgãos competentes pudesse avançar no seu propósito. O Movimento possui uma governança composta pelas instituições já mencionadas, onde são apresentados projetos que preveem um maior e melhor aproveitamento dos potenciais de Macaé, tentando atrair e estabelecer empresas de diversas atividades econômicas, visando a retomada do crescimento da economia e da geração de empregos no município e região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here