Estamos chegando ao final do ano e, como temos dois bons períodos esticados que representam pequenas férias – muitos prefeitos já decretaram ponto facultativo nas duas segundas-feiras para beneficiar a turma do ócio -, muitos tomam sustos, outros se apavoram, alguns imaginam que estão sonhando, políticos, principalmente, fazem plano de voos futuristas sem se preocupar com a sociedade que continua indignada com o que se passa no centro dos poderes, enfim, estamos chegando ao fim do ano e o período de Natal, é o melhor de todos para reunir grupos e confraternizar.

Mas, antecedendo os festejos natalinos, exatamente na semana que, na prática, levam as pessoas a elevarem o pensamento a Deus, pedindo proteção, saúde e paz, eis que o presidente da Câmara dos Deputados, no exercício do cargo de Presidente da República, decidiu sancionar projeto que permite aos prefeitos exceder gastos com a folha de pagamento, flexibilizando a Lei de Responsabilidade Fiscal. Um bom presente de fim de ano, principalmente para aqueles que não reeleitos, pretendem futuramente, ser candidato a prefeito.

Depois, foi o susto que a população levou quando, um dia antes do recesso do Poder Judiciário, o ministro do STF Marco Aurélio Melo, decide conceder liminar para beneficiar o ex-presidente Lula mas que, na realidade, iria colocar nas ruas, cerca de 180 mil presos depois de condenados em segunda instância. Ainda bem que a repercussão negativa levou o presidente do STF, Dias Toffoli, a cassar a liminar colocando ordem na casa e evitando uma tremenda confusão no país. Para decidir a questão, agora, todos devem esperar o julgamento que está pautado para abril de 2019.

Para erros e malfeitos, existem o Ministério Público, a Polícia Federal, e outras instâncias de fiscalização e controle. Agora, o que todos comentam é, por que o assessor Fabrício Queiroz, não apareceu na quarta-feira, adiando para sexta-feira, sua justificativa para a grande movimentação financeira incompatível com sua renda. Todos querem saber, tim tim, por tim tim.

Sessão extraordinária

Estranhamente, o prefeito de Macaé que não anda bem na fita e continua sendo bombardeado por todos os lados nas redes sociais, resolveu convocar a Câmara Municipal para, em sessão extraordinária, marcada para o dia 27 de dezembro, ou seja, no apagar das luzes do ano de 2018, para apreciar dois projetos. Um deles, cuida de estabelecer o valor do pagamento da Contribuição de Iluminação Pública, aquela que garfa no bolso de todos os contribuintes, todos os meses, hoje cerca de R$ 6,80 para ligações de energia residencial e R$ 22,80 de empresas, passando os valores para a URM (Unidade de Referência Municipal).

Com certeza, vai aumentar a conta para o contribuinte pagar mais. Ou seja, quem tiver a rede de energia ligada em casa, vai entrar na faca, mesmo que não esteja legalizado. Agora, imaginem: quantas ligações de energia existem em Macaé? Se a cidade tiver 50 mil, façam a conta de quanto é arrecadado por mês. Agora, pior é que a iluminação pública continua deixando a desejar e até hoje não se vê nenhum projeto que possa justificar o gasto com tanto dinheiro.

O outro projeto, pelo que se observa, ele tenta anular os valores das emendas impositivas colocadas no orçamento deste ano pelos vereadores para realização de obras. A anulação de R$ 14 milhões, 366 mil e 200 reais. Ora, se ano passado as emendas foram aprovadas e constaram do orçamento anual e não foram gastos, parece que o todo poderoso decidiu comprar briga com a Câmara Municipal sem ainda ter sancionado o orçamento porque, os próprios vereadores estão curiosos. E se ao sancionar o orçamento ele vetar as emendas impositivas deste ano para 2019? Que vai ser um tremendo arranca rabo, vai. Ainda bem que agora o Poder Legislativo transmite a sessão ao vivo e todos estarão de olho.

 

PONTADAS

________

O prefeito que adora a zona sul da cidade, plantou na Praia Campista, uma casinha de Papai Noel e um parquinho para a criançada que é o xodó dos guruzinhos e dos pais. Como todos diminuem a velocidade para olhar a animação, o congestionamento aumenta. Agora, dizem que o mesmo projeto foi executado no Lagomar, nas Mailvinas, na Boa Esperança, na Aroeira, no Botafogo, na Nova Holanda, no Barreto. Afinal, todos os bairros merecem.

________

A BRK, responsável pelo saneamento na cidade, planejou para 2019, obras para beneficiar vários bairros como Imbetiba, Centro, Nova Macaé, Cancela Preta, Jardim Vitória, Jardim Santo Antonio, Vale Encantado e Praia Campista. O que a população dos bairros periféricos e mais pobres não estão listados e querem saber é: quando todos serão atendidos, se é que vão ser beneficiados. Olha que o projeto era para estar pronto em quatro anos…

_______

Mais uma obra que serve de referência e identifica a cidade que é o Trevo das Bandeiras ligando a Linha Verde à Linha Azul, na rodovia Macaé-Glicério, começa a dar sinais de afundamento em parte de sua estrutura e o revestimento está ficando danificado. Será que vai ser mais um para constar na “lista de abandonos”, como o Ginásio Polioesportivo, Parque da Cidade, Ginásio doe Ypiranga e tantos outros?

_______

Até domingo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here