Com exceção do caso Riverton Mussi, que vem “peitando” a Justiça, tentando passar pelos caminhos naturais para ser candidato a prefeito e sendo impugnado pela Justiça

Eleitoral, pelo menos 10 candidatos tiveram seus nomes deferidos para concorrer ao pleito que estará sendo realizado no dia 15 de novembro. André Longobardi, Igor Sardinha, Indio, Jonas Vicente, Maxwell Vaz, Ricardo Bichão, Robson, Sabrina Luz, Silvinho Lopes, e Welberth Resende, estão a todo vapor encurtando o caminho para chegar até a prefeitura e ainda têm muito chão pela frente. Existe até figura da política nacional na campanha, como o caso de Igor Sardinha, do Partido dos Trabalhadores, que “ganhou” o apoio do ex-presidente Lula, que num vídeo de 34 segundos exibido primeiro na sua conta no Twiter e agora inserida a gravação no horário eleitoral que de gratuito não tem nada.

Também o deputado estadual Welberth Resende que se eleito vai dar a representação de Macaé para Resende e Volta Redonda, e passará o cargo para o suplente Noel de Carvalho – nesse caso Macaé só ficará com um deputado na Alerj – desfilou por aqui com o senador Romário antes das chuvas que alagaram o Lagomar. Pelo menos, até agora, não há nenhuma visita sugerida de outra figura importante do mundo político para querer dar as cartas por aqui. Como se Macaé fosse casa de João Ninguém, e não tivesse suas próprias lideranças políticas. Aliás, é bom lembrar que a história política de Macaé registra, todos os candidatos eleitos tradicionalmente são macaenses da gema. Nada de “estrangeiros” querendo dar ordens por aqui.

E, pelo que parece, não será também desta vez, apesar de 10 candidatos estarem disputado o cargo de prefeito e apenas três, Silvinho, Ricardo Bichão e Igor, serem macaenses natos, excetuando Riverton Mussi (impugnado) e que não terá os votos validados figurando como estelionatário induzindo os eleitores ao erro.

Como “salvar” Macaé?

Desde a década de 70, quando a Petrobras começou a coordenar a transferência do Distrito de Produção do Sudeste, em Vitória (ES), para Macaé, a cidade começou a viver o momento deslumbrante de crescimento rápido. Com as gerências de exploração e produção fincados por aqui nos anos seguintes, a cidade viu disparar o crescimento, porém, não de forma planejada.

Para se ter uma ideia da pressa e como caminhavam as ações políticas e administrativas, num período curto da gestão de um prefeito, foram aprovados 18 loteamentos. Até então, o bairro Visconde de Araújo, com lotes de 600 m2, eram substituídos por outros como Riviera, Sol Y Mar, Campo d’Oeste, com lotes de 200 m2, ruas apertadas (8 metros), calçadas menores, e no lado sul, começou a crescer. Enquanto isso, do outro lado, Botafogo, Malvinas, Nova Holanda, Barra, Brasília, Fronteira, Nova Esperança excetuado o Parque Aeroporto, áreas de restinga e manguezais, quando o Incra deixava sua sede em Macaé, eram literalmente invadidos, sem a existência de um Plano Diretor que só foi elaborado quando tornado obrigatório.

Mas, a partir de então, surgiu o Aeroporto construído pela Petrobras, a Escola Técnica Federal (IFF), e tantos outros órgãos importantes, mas… planejamento que é bom, nada. Agora, o desafio está a 15 dias das eleições de 15 de novembro, quando será escolhido o novo prefeito e vereadores. Resta saber como “salvar” Macaé e um deles, deve ter a receita, não a receita política pronta, mas a receita de gestão para recuperar o tempo perdido.

 

PONTADAS

A rede social continua sendo ocupada por candidatos a vereador e também pelos candidatos a prefeito que não querem perder espaço e nem tempo. Seja no faceboock, WhatsApp, Instagram, Yotube e até na nova plataforma Telegram, os espaços vão ficando cada vez mais difíceis e os seguidores podem acabar confundidos. Mas a internet é a bola da vez para a comunicação rápida.

_______

Apenas um candidato a prefeito, assim mesmo com o pedido indeferido pela Justiça Eleitoral, ousa inserir na internet como mostrada no faceboock, resultado de pesquisa que aponta Riverton Mussi com 40%, na frente dos demais. Mas se ele não pode ser candidato, onde ele ou seu time “arranjou” os números para divulgar? O ato é criminoso. Será que o autor vai ser punido?

________

As chuvas torrenciais prometidas pelo serviço de meteorologia, que certamente vão alagar a cidade de norte a sul e de leste a oeste, podem ser a dor de cabeça para alguns candidatos que apoiados pelo poder, não encontraram durante todo o tempo solução para os graves problemas. Talvez, neste momento, podem prometer milagres para conseguir os votos dos eleitores que, depois, ficam a ver navios…

_______

Até domingo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here