Após doação de imóvel, na Fronteira, Projeto Social tem promovido mutirões para concluir as obras e estruturar o local onde serão oferecidos serviços gratuitos à população - Divulgação

Grupo, que presta serviços a comunidades carentes, busca parceiros para equipar o espaço e concluir a obra

Criado em agosto de 2004, o Projeto Social Mão Amiga nasceu do desejo de um grupo de pessoas da sociedade civil de trazer dignidade para famílias que vivem em áreas carentes de Macaé, por meio de atividades culturais e inclusivas (esporte e educação). Entre as ações mais conhecidas estão o Natal Solidário da Barra e a Campanha do Agasalho.

“Ao longo desses anos, a gente vem fazendo diversos serviços sociais gratuitos à população da nossa cidade, concentrando as ações na Barra, Brasília, Nova Holanda, Nova Esperança e Fronteira”, diz Tiago da Silva, um dos idealizadores desse projeto.

Apesar de toda a sua importância, desde que foi criado, um dos objetivos era ter uma sede própria para poder oferecer atividades e serviços. Mas apenas 15 anos depois esse sonho viria a se tornar realidade. “No início desse ano, fomos agraciados com a doação de um novo espaço na Fronteira para melhor servir aos moradores. Desde então, estamos promovendo mutirões para reformarmos o espaço e, assim, dar uma repaginada estrutural”, diz ele.

Tiago ressalta que o projeto está em busca de doações. “Gostaríamos de contar com a ajuda de parceiros. No nosso município existem muitas empresas e estabelecimentos com grandes responsabilidades sociais. Precisamos de doações de telhas, tintas, mesas de escritório, cadeiras, computadores, entre outros. Estamos com uma equipe de prontidão para ir nos locais indicados buscar a respectiva doação”, enfatiza.

Quem quiser participar do mutirão, basta comparecer no endereço: Rua Manoel Marques Monteiro, número 283 – Fronteira (ao lado da Dutra Rações), “Estamos sempre nos reunindo aos sábados para forças-tarefas com os moradores”, completa Tiago.

A previsão é de inaugurar o espaço no dia do aniversário da cidade, 29 de julho. No local serão oferecidos serviços de advogado, assistente social, psicólogo, curso de elétrica e solda, reforço escolar, artesanato, artes marciais, entre outros. “Estamos com uma equipe de profissionais voluntários que gostam de fazer esses trabalhos sociais”, finaliza.

Quem desejar entrar em contato, os telefones (Whatsapp) são: (22) 99978-9805 ou (22) 99215-2634. O Centro Social irá funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. já as aulas de artes marciais todas às terças e quintas-feiras, das 18h às 20h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here