Problema de esgoto volta a ser denunciado por moradores

295

Bairro com mais de 40 mil habitantes ainda sofre com vazamentos na rua e despejo irregular na orla

Com uma população que ultrapassa os 40 mil habitantes, o Lagomar é hoje um dos maiores bairros de Macaé. Apesar de ter recebido obras de urbanização há poucos anos, problemas de infraestrutura ainda fazem parte da realidade dos moradores. No topo da lista de reclamações está o saneamento básico. Essa semana, o problema do esgoto voltou a ser denunciado por algumas pessoas. Passa o tempo e a situação só piora, segundo eles.

“O bairro Lagomar convive com sérios problemas de esgoto. Desde dejetos sendo lançados no mar todos os dias, até buracos abertos nas ruas também cheios de esgoto. Uma vergonha. Eis o tratamento de esgoto. Galeria aberta pela BRK na Rua W16, sentido praia, com uma escola com mais de 300 alunos, que passam por ali diariamente. Se uma criança cair lá dentro, vai aparecer um monte de gente dizendo que foi uma fatalidade. Essa tragédia está anunciada e ninguém faz nada, a não ser defender uma gestão omissa e covarde”, diz o morador Vinicius Sousa.

Nas imagens enviadas pelo morador, é possível ver o esgoto tomando parte da rua. “O nosso bairro está numa situação crítica em relação ao esgoto. E a gente sofre com essa questão há muitos anos. Gostaria que O Debate buscasse uma posição da prefeitura sobre tudo isso. Precisamos de uma resposta do poder público”, completa.

Na orla o mesmo se repete. As famosas “línguas-negras” na areia despejando esgoto in natura no mar já se tornaram parte do cenário. Esse crime ambiental já vem sendo denunciado pelo jornal O DEBATE há, pelo menos, três anos. Desde então, promessas foram feiras, mas providência que é bom, nada.

Apesar de boa parte do Lagomar ter sido contemplado com a rede de coleta de esgoto durante as obras de urbanização, ela até hoje não teria sido ligada à ETE do Engenho da Praia. Com isso, grande parte dos dejetos estaria sendo lançada na praia.

Em dias de chuva, o número de pontos aumenta. Não é de surpreender que nos últimos anos a praia tem apresentado resultados nada satisfatórios nos exames de balneabilidade realizados pelo Instituto Estadual do Ambiente (INEA). O Lagomar ficou impróprio para o banho várias vezes nos últimos meses.

Procurada pela nossa equipe de reportagem, a BRK Ambiental informou que a ETE Lagomar encontra-se em funcionamento e é operada pelo poder público municipal, promovendo o tratamento de esgoto sanitário proveniente do bairro Lagomar. E, apesar de dar apoio às secretarias municipais para manutenção da rede e Estações Elevatórias de Esgoto no bairro, a BRK Ambiental aguarda a autorização do governo municipal para assumir a operação da Estação de Tratamento de Esgoto. A prefeitura também foi contactada e informou que encaminhou a questão para a Secretaria Adjunta de Saneamento para análise e providências. Ela ressaltou que assim que assim que tiver mais informações sobre o caso, ela irá entrar em contato com o jornal para novos esclarecimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here