Governador do Estado Luiz Fernando Pezão

A prisão do governador Pezão (MDB) causou alvoroço no cenário político de Macaé. Nas redes sociais, o ex-vice-prefeito e ex-vereador, Danilo Funke (PSOL), escreveu um longo texto afirmando que o jogo que provocou um final derradeiro para o mandato do atual governador, foi o motivo da sua saída do governo “da mudança” em 2014. Como parte da história da cidade, há de se compreender os motivos que se levam a alianças inexplicáveis.

Reformas

E nesta reta final de 2018, algumas promessas do governo ficaram mesmo no passado. Quando será que a reforma do Ginásio Poliesportivo vai sair do papel? E a revitalização do Parque da Cidade? Com mais de R$ 300 milhões em excessos de receitas, há de se esperar que a infraestrutura seja priorizada pela gestão “da mudança” em 2019. Um pacote de obras já foi definido, resta saber se todos os projetos realmente sairão do papel.

Duplicação

Uma obra deveria ser realizada pela prefeitura na Ponte Ivan Mundim. Depois das chuvas do início de novembro, que causaram a cheia do Rio Macaé, há uma grande preocupação quanto a sustentação da via. Por anos, governos prometeram a construção de uma nova pista no local, paralela a ponte, que daria maior mobilidade para o trânsito que chega ao Centro. E mesmo com a abundância do petróleo, o projeto não saiu do papel.

Ano Novo

Turistas, famílias e grupos de amigos já buscam casas e pousadas na Serra para curtir a virada do ano. Sem grandes atrações musicais na área do Centro, muita gente opta por curtir a chegada de 2019 no meio da natureza dos distritos serranos. E mesmo com todas as dificuldades de acesso, por conta dos problemas nas estradas vicinais, Frade, Trapiche e Sana ainda são destinos mais procurados nesta época do ano.

Multas

A indústria da multa rola solta na cidade. Motoristas reclamam que veículos são notificados pelos pardais eletrônicos, mesmo sem que haja a aferição do funcionamento dos equipamentos. As placas de sinalização ou os sistemas luminosos há tempos deixaram de operar, o que causa bastante transtornos para os motoristas. E quem não é surpreendido no trânsito, acaba sendo multado pelos agentes da Mobilidade Urbana.

Esgoto

A expectativa é que em janeiro comecem as intervenções da BRK Ambiental na área central da cidade. E isso exigirá de moradores e comerciantes uma paciência bastante especial, por conta dos transtornos no trânsito que serão inevitáveis. Mais de R$ 100 milhões serão investidos pela concessionária no sistema de saneamento, retomando assim as intervenções programadas pela Parceria Pública Privada (PPP) do Esgoto.

Posse

Muitos macaenses estão se preparando para viajar a Brasília em dezembro, com objetivo de participar da posse do mandato do deputado federal Felício Laterça (PSL). Outros irão para o Rio de Janeiro, na Assembleia Legislativa, para prestigiar o início do novo mandato de Welberth Rezende (PPS). Juntos, os dois parlamentares poderão somar ações positivas para a cidade, aproveitando a onda de renovação no Rio e em Brasília.

Eleição

Na Câmara de Vereadores, o clima também é de expectativa por conta da eleição para a presidência do Legislativo. Unidos por 12 votos, parlamentares irão garantir a reeleição de Dr. Eduardo Cardoso (PPS). Por enquanto, não há risco de debandada, especialmente por conta de um encontro na Serra, realizado na última quarta-feira (28). Ao que tudo indica, George Jardim (MDB) ocupará a primeira vice-presidência da Casa.

Pré-matrícula

Começa na segunda-feira (03), a segunda fase da pré-matrícula para novos estudantes que desejam ingressar na rede municipal no ano letivo de 2019. Nesta etapa, são oferecidas vagas para Ensino Fundamental (1º ao 9º ano), Educação de Jovens e Adultos (ciclo I ao V), Ensino Médio (apenas região serrana), além de Educação Infantil: pré I (quatro anos) e pré II (cinco anos). Os estudantes devem ter a idade mínima prevista de quatro e cinco anos completos até dia 31 de março de 2019. O cadastro será encerrado no dia 14 de dezembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here