Foto Jornal O DEBATE

Ansiosamente aguardado para inaugurar a linha São Paulo (Congonhas)-Macaé, o primeiro avião ATR-72 a pousar na nova pista do aeroporto da cidade, inaugurando uma nova fase no desenvolvimento do município, foi uma aeronave prefixo PR-MPW, da Map Linhas Aéreas, adquirida pela Passaredo e que opera em 14 destinos. O voo 5976 com saída de São Paulo marcada para às 14:10 hs e previsto para chegar em Macaé às 15:40, atrasou cerca de meia hora e ao taxiar para o pátio de estacionamento, foi batizado com jato d´água do caminhão de bombeiros, como acontece em ocasiões como essa.

Na estação de passageiros aguardando o desembarque e com expectativa de recepcionar as 24 pessoas que ocuparam os assentos, um grupo de empresários e membros das instituições que formam o grupo Repensar Macaé, saudou o Diretor da AseB – Aeroportos do Sudeste do Brasil, Matthias Poter e o grupo de apoio da nova direção do aeroporto, bem como a tripulação da aeronave, posando ao lado de banners colocados no saguão com a mensagem do CVB: “Macaé Estava Esperando Você. Seja bem-vindo”.

Algumas pessoas ocuparam as mesas e cadeiras do espaço destinado ao descanso de onde pode ser observada a pista e o movimento de aeronaves, na maioria helicópteros que a todo instante levantam voo ou pousam, transportando trabalhadores para as plataformas que trabalham na Bacia de Campos. “Este espaço, vai ser um grande atrativo para muita gente que não conhece a aviação, apreciar todo o movimento do aeroporto que deverá aumentar a medida que o interesse pelos voos comerciais da Passaredo começar a aumentar, principalmente empresários que habitualmente viajam para São Paulo a negócios e que agora em apenas uma hora e vinte minutos faz o trajeto em aeronaves de porte médio e seguras”, disseram Marcos Navega, Guilherme Abreu e Evandro Cunha, elogiando a iniciativa dos empresários que se uniram para reivindicar as melhorias agora colocando Macaé no rol de um dos aeroportos modernos do país.

Uma das passageiras, Vânia Souza, empresária e que havia embarcado em Cabo Frio para São Paulo e retornou direto para Macaé, disse que o voo foi maravilhoso, sem nenhum problema e que agora vai se tornar habitual utilizar esta linha para a capital paulista.

Os voos da Passaredo ligando Macaé a São Paulo, que deveria inaugurar a nova pista do aeroporto dia 27, pela falta da publicação da portaria da Anac certificando a pista de Macaé, acabou pousando no aeroporto de Cabo Frio, causando transtornos aos passageiros que tiveram de utilizar transporte rodoviário para não perder os bilhetes adquiridos. Mesmo com essa dificuldade, o balcão de embarque esteve funcionando onde era feito o checkin.

Na manhã de quarta-feira (30), com a publicação da portaria da ANAC liberando a pista para pouso dos aviões ATR-72, finalmente colocou fim na ansiedade não só das pessoas interessadas em voar, como nas instituições que há muito tempo trabalham reivindicando as melhoras do aeroporto, não só da pista, como da própria estação de passageiros que passou de 900 m² para 11.100 m², com capacidade de atender 1,2 milhão de passageiros ano.

O voo da Passaredo de retorno a São Paulo, de número 5977, marcado para sair às 18:25 hs, decolou com menos de 30 passageiros com expectativa de aumentar com a regularidade do serviço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here