Uma nova rotina de atendimento a clientes, recepção de profissionais estrangeiros e a logística de trabalhadores embarcados, foi definida nesta terça-feira (17) entre o prefeito Dr. Aluízio e representantes das empresas que atendem a cadeia do petróleo em Macaé. O objetivo é fortalecer o combate ao Coronavírus na cidade, preservando a saúde de cerca de 50 mil pessoas que atuam nessas áreas.

Após o primeiro encontro realizado na segunda-feira (16), integrantes da rede hoteleira, do Polo Gastronômico, empresas offshore e do Shopping Plaza Macaé discutiram medidas já adotadas para conter a disseminação do coronavírus, reduzindo assim a circulação de trabalhadores.
Práticas como a liberação do trabalho em casa (home-office), o funcionamento de restaurantes através do serviço delivery, fechamento do cinema e a definição de pacotes de hospedagem por critérios de trabalho e de turismo foram debatidas na reunião que aconteceu no auditório da Funemac.

A propostas farão parte de um novo decreto a ser assinado pelo prefeito, com objetivo de definir regras gerais para o funcionamento da rede privada, como horário de funcionamento de restaurantes, circulação de ônibus de turismo, além do atendimento a casos suspeitos em hotéis.

A estratégia é amenizar ao máximo os impactos econômicos já sentidos por Macaé e por todo o país.

“Não podemos nos pautar apenas pelo caso confirmado. O momento de impedir a circulação do coronavírus é o agora. Não podemos esperar acontecer alguma coisa para adotar as primeiras medidas. Portanto, adotar práticas de prevenção é a melhor saída, com medidas que se encaixam para todas as áreas. O amadurecimento vai acontecer em meio ao trabalho. Não podemos perder tempo e nem vidas”, disse o prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here