Ao todo, 54 policiais militares do interior do estado participaram do curso de motopatrulha - Divulgação

Ao todo, 14 agentes militares do 32° BPM de Macaé participaram das aulas práticas, importantes na condução das motocicletas

Policiais militares que atuam em motopatrulhas na área do 6° Comando de Policiamento de Área (CPA) participaram, na última quarta-feira (6), de um treinamento, considerado pelo comandante do CPA, coronel Marco Aurélio Vollmer, como pioneiro em Campos. A ideia, segundo ele, surgiu após o acidente em que um PM da motopatrulha morreu ao cair da ponte Leonel Brizola, em abril deste ano, na cidade de Campos.

Na última quarta-feira, foi a vez de 14 policiais militares do 32° BPM de Macaé participarem das aulas sobre práticas importantes na condução das motocicletas durante o serviço. Nesta quinta-feira (7), ao todo, 24 PMs de Campos receberam a capacitação.

O curso tem a parceira com a Honda Sul, de Volta Redonda, que enviou o instrutor de pilotagem da Honda Luc Motos para ministrar o curso. Ao todo, 54 policiais militares do interior do estado participaram do curso.

De acordo com o coronel Vollmer, o caso do policial que morreu ao cair da ponte durante uma perseguição chamou a atenção para a necessidade de capacitar os policiais da motopatrulha.

“Moto por si já é algo perigoso e sentimos essa necessidade de realizar um curso específico para eles, já que para os veículos existe essa ação. O policial precisa conhecer a moto na qual atua, como forma de capacitação e proteção. Além disso, nós temos a parceria da empresa que fabrica a moto usada na polícia, o que facilita no tratamento das ações com as motos”, disse o coronel Vollmer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here