Petrobras se prepara para novo ciclo de pujança do petróleo

779

Presidente da estatal afirma que o Rio de Janeiro será a base de nova fase de prosperidade do setor

Principal âncora das operações da indústria de óleo e gás no país, a Petrobras já se prepara para assumir um novo protagonismo na cadeia offshore global, ao definir estratégias que colocam o Estado do Rio de Janeiro em destaque nos investimentos programados pela companhia para ampliar a sua capacidade de produção de barris diários, tanto nos campos do pós-sal, como no pré-sal.

Em audiência na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco afirmou que as operações da companhia no Rio de Janeiro irão sustentar todo o planejamento de ascensão da companhia, no Brasil e no mundo.

“O Rio de Janeiro tem uma oportunidade ímpar de sair da profunda recessão e vai ser o maior produtor de petróleo das Américas, superado apenas pelos Estados Unidos e pelo Canadá. Vai haver empregos, não só dos produtores de petróleo, mas dos fornecedores, geração de receitas, de royalties, participações especiais”, apontou Castello Branco.

Essa projeção é o que alimenta as expectativas positivas quanto a realização da décima edição da Brasil Offshore, que acontece entre os dias 25 e 28 de deste mês. “As expectativas quanto ao mercado brasileiro do petróleo são fantásticas. Além da Petrobras, outras operadoras da indústria de óleo e gás estão de olho, não apenas no Brasil, mas no potencial geológico que existe nos campos do pré-sal e do pós-sal. Macaé vai se beneficiar diretamente disso, por ser a base de toda a logística que permitirá essa nova ascensão da indústria de óleo e gás nacional”, aponta o secretário executivo da Associação Brasileira das Empresas de Serviços do Petróleo (Abespetro), Gilson Coelho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here