Plásticos, garrafas, embalagens, bitucas de cigarro, metais, latas e vidros foram alguns dos itens recolhidos pelos grupos - Divulgação

Em Macaé, coletivos realizam juntos ação social em praias depois da Ponte da Barra, no último sábado (14)

Com o objetivo de deixar as praias melhores através do mutirão de limpeza, os grupos “Coletivo Pecado Limpo” e “Projeto Pro Praia” se uniram numa rede de solidariedade no último sábado (14). Com a união fazendo a força, a ação social, que começou às 8h, recolheu expressiva quantidade de lixo na Praia do Coco, localizada depois da Ponte da Barra, entre as praias da Barra e São José do Barreto, o que comprova a urgência de mais consciência da população em prol de uma comunidade mais comprometida com o meio ambiente.

Luan Oliveira, um dos responsáveis pelo “Coletivo Pecado Limpo”, salienta a necessidade da parceria. “Fomos convidados pelo “Projeto Pro Praia” para ajudá-los, pois sabemos que a realidade das praias do outro lado da ponte é outra. É absurda a quantidade de lixo no local”, ressaltou.

Plásticos, garrafas, lacres, borracha, embalagens, bitucas de cigarro, tampas, metal, latas, vidro e até aparelhos eletrônicos foram alguns dos itens recolhidos pelos grupos.

De acordo com Luan, a importância dos mutirões não é só por conta da limpeza visual com a preservação das praias, restingas e animais terrestres ou marinhos que vivem nesses locais. “É fundamental a conscientização das pessoas, para que no futuro não seja necessário criar mutirões como este, para mantermos as praias e outros lugares limpos. Que cada um faça sua parte, exercendo assim a cidadania e o amor ao próximo”, frisou.

Para acompanhar os trabalhos e participar das ações sociais do “Coletivo Pecado Limpo”, basta acessar seu Instagram através do link <https://instagram.com/coletivopecadolimpo?igshid=1f7n0q94520kg>, e do “Projeto Pro Praia”, por meio do link <https://instagram.com/projetopropraia?igshid=4vcb975r268x>.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here