Neste cenário, o saneamento e a higiene se mostraram essenciais no enfrentamento do vírus - Divulgação

Mesmo com as dificuldades, entre elas a pandemia, BRK atua para ampliar a coleta e tratamento de esgoto Macaé

O ano de 2020 trouxe aos municípios o desafio de conter a contaminação pela Covid-19. E neste cenário, o saneamento e a higiene se mostraram essenciais no enfrentamento do vírus. Porém, muito além do momento de pandemia, os desafios para tratar o esgoto das residências são muitos e muito complexos. O saneamento, como instrumento de promoção da saúde e preservação do meio ambiente, pressupõe a superação dos entraves econômicos, culturais, tecnológicos, políticos e gerenciais.

O Brasil ainda tem 35 milhões de pessoas sem acesso à água potável e 100 milhões vivendo em localidades sem coleta dos esgotos. Estes números demonstram, não só a dificuldade para a higienização recomendada pelas autoridades de saúde para enfrentar o Coronavírus, mas, principalmente, a vulnerabilidade em relação a doenças de veiculação hídrica.

– O Marco do Saneamento abre a oportunidade para o país buscar novas soluções para avançar no saneamento, mas não é a única mudança necessária neste momento – pontua Sinval Andrade, diretor da BRK Ambiental em Macaé e Rio das Ostras.

O Brasil ainda tem 35 milhões de pessoas sem acesso à água potável e 100 milhões vivendo em localidades sem coleta dos esgotos – Divulgação

Além dos desafios econômicos para ampliação e implantação de novos sistemas, o bom funcionamento dos sistemas de saneamento existentes depende da política de uso e ocupação do solo, da disponibilidade de sistemas de drenagem das águas pluviais e de destinação dos resíduos urbanos. E além das políticas públicas, é fundamental que os moradores também prezem pela rede de esgoto, em especial, fazendo o uso adequado para evitar obstruções e extravasamentos de esgoto.

Durante este contexto de pandemia e isolamento social, que agora completa quatro meses, a BRK Ambiental buscou se adequar, seguindo todas as orientações dos órgãos de saúde para reduzir os riscos de contaminação da sua equipe, e manter o funcionamento dos serviços de operação e manutenção dos sistemas de esgoto de Macaé. Agora, está retomando as obras de ampliação da rede de esgotamento sanitário, com todos os cuidados requeridos para interação com a população.

Agora, a BRK está retomando as obras de ampliação da rede de esgotamento sanitário – Divulgação

– Saneamento é essencial e não podemos parar. Temos que superar as dificuldades históricas e as que por venturam apareçam, para deixar um legado de saúde e qualidade de vida para as próximas gerações – finalizou Sinval.

 

 

8 – 1-3
Agora, a BRK está retomando as obras de ampliação da rede de esgotamento sanitário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here