Reunião definiu critérios do projeto fruto de parceria da Secretaria de Educação e a UFRJ-Macaé

Com o uso de madeiras recicláveis, alunos da rede pública municipal, de 14 a 18 anos, viverão experiência que pode contribuir para a geração de renda familiar. No turno em que não estiverem na escola eles trocarão o quadro e o giz por formão, serrote e outras ferramentas no projeto ‘Engenheirando para o futuro’, com “Oficina de marcenaria para iniciantes”, fruto de parceria da Secretaria Municipal de Educação com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ-Macaé). As inscrições começam na segunda-feira (6) e estarão abertas até o dia 17, no Centro de Educação Tecnológica e Profissional (Cetep), de segunda a sexta, das 8h às 18h.

O objetivo é capacitar os alunos e, ao mesmo tempo, conscientizá-los da importância da educação ambiental para o planeta. Para se inscrever, o interessado precisa levar declaração de autorização do responsável, declaração da escola em que está matriculado, cópias da carteira de identidade e do CPF, comprovante de residência e uma foto 3×4. A oficina começará no dia 21 e vai acontecer até o fim de novembro, às terças e quintas-feiras, a cada 15 dias, sendo no turno da manhã das 9h às 11h e, à tarde, das 14h às 16h, sempre no contraturno do horário escolar. A s aulas acontecerão no Laboratório de Fabricação e Ensaios Mecânicos da UFRJ, na Cidade Universitária.

Inicialmente, serão destinadas 30 vagas, sendo 15 por turno, mas a ideia é que o projeto seja ampliado a partir de 2019, com duas turmas por semestre, já que a oficina tem duração de três meses cada. Os critérios foram definidos em reunião, realizada esta semana, entre a equipe da Secretaria Municipal Adjunta de Qualificação Profissional e o professor da UFRJ e coordenador do projeto de extensão, Marcelo Costa Cardoso, que vão implementar o projeto.

– O resultado prático desse trabalho para a Educação é que vai transformar a vida desses alunos através da capacitação. Eles vão aprender um ofício que poderá ajudar na renda familiar. Além de que, aprenderão na prática a valorizar a questão ambiental com o uso de madeiras recicláveis – destacou a secretária de Qualificação Profissional, Leandra Lopes.

O professor Marcelo Cardoso disse que alunos e monitores vão usar madeiras descartadas por empresas e obras e também paletes. O trabalho envolve a responsabilidade social das empresas interessadas em participar do projeto, como a Mário Telhas e a Riviera Tintas, que vão doar materiais para a oficina.

– Os projetos das peças que serão confeccionadas serão desenvolvidos por professores e alunos da Engenharia Mecânica da UFRJ e vamos trabalhar a criatividade com os alunos da rede municipal. Eles poderão fazer brinquedos, jardineiras e outras peças com ajuda de software e elementos da Engenharia – explicou o coordenador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here