Era uma vez…
Um ladrão rondava uma casa, querendo roubá-la. Vigiava o movimento tanto de dia quanto a noite. Ia e vinha sem dar pausa. Mas lá havia um cão muito esperto e bravo, que cuidava de proteger a sua moradia. A fera não tirava o olho dele, pronto para lhe meter os dentes. O gatuno era minuciosamente monitorado pelo protetor da casa.

Depois de certo tempo o bandoleiro teve uma ideia: Foi até o açougue comprou um bom pedaço de carne e atirou para o melhor amigo do homem. Quando o cão viu o presente ofertado pelo malandro, virou em sua direção e disse -“você está pensando, que irá me comprar com peças de carne? Está muito equivocado!”. Surpreso com a resposta, o ladrão ficou pensativo. Na brecha o cachorro começou a rosnar e a latir bem alto até que acordou o seu dono. Ele rapidamente chamou a polícia. Conclusão o trapaceiro foi detido.
Há muita gente que se comporta como esse sem caráter.

Você conhece alguém que age dessa forma? Eu conheço. É o Glauco. Ele queria ser líder de uma turma na escola. No dia da eleição, ele sorriu pra todos, pagou lanche pra geral, fez mil promessas de passeios a museus e muito mais. Mas a garotada, que é bem esperta e desconfiava de sua falta de educação e xingamentos na sala aula, não votaram nele. O que aconteceu? O rapaz perdeu. Resultado: nunca mais fez nenhuma gentileza pra ninguém. Pelo contrário, se esconde quando os colegas precisam dele. Um malandro não acha, pequeno?
Moral: Não confie em quem tenta lhe comprar!!!


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here