Boletim de Alerta de Cheias mostra que nível do Rio São Pedro, em Macaé, está acima do tolerado - Arquivo

Na manhã desta quinta-feira, recurso hídrico atingiu o estágio roxo, de alto risco, do Inea. Famílias em área de risco devem redobrar a atenção e acionar a Defesa Civil em caso de emergência

O mau tempo, causado pela presença de uma frente fria na Região Sudeste, tem gerado instabilidade em todo o Estado do Rio e causado transtornos no Norte Fluminense. Por conta disso, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) segue monitorando os rios, entre eles, os da Bacia Hidrográfica Macaé e das Ostras.

Ontem (12), o jornal O DEBATE publicou uma reportagem informando que o Rio São Pedro, que corta os distritos de Glicério e Óleo, estava em nível laranja, ou seja, em alerta.

Apesar de o Alerta de Cheias do Inea ter apontado uma redução do nível da água, a situação se agravou nas últimas 24 horas. O novo boletim, divulgado na manhã desta quinta-feira (13), mostra que o estágio do rio já estava no nível roxo, que representa riscos de transbordamento.

Boletim de Alerta de Cheias mostra que nível do Rio São Pedro, em Macaé, está acima do tolerado – Reprodução

Já o Rio Macaé, na altura de Nova Friburgo (Macaé de Cima), segue em nível amarelo, ou seja, em atenção. Ao contrário do Rio São Pedro, o seu nível está diminuindo. No entanto, a situação pode mudar a qualquer momento.

Diante disso, pessoas que moram em áreas de risco devem redobrar a sua atenção. A prevenção é fundamental para evitar tragédias em caso de acidentes. Caso o nível continue a subir, o risco de que a água invada as casas é grande, colocando em perigo a segurança de várias pessoas.

Além das famílias ribeirinhas, quem mora em locais onde há risco de deslizamentos (encostas) também deve prestar atenção. Alguns sinais podem indicar que o imóvel corre riscos de desabamento. Em casos de rachadura nos pisos ou paredes, estalos ou postes e árvores inclinados, recomenda-se que a pessoa saia da casa imediatamente e acione o órgão competente.

Em caso de emergência, a população deve ligar para o número: 199. Na região serrana, o contato pode ser feito pelo telefone do Destacamento da Defesa Civil em Glicério: 2793-3846. O contato também poderá ser feito com o Corpo de Bombeiros, no 193.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here