Morador informou também que o problema acontece desde a inauguração do Brisa do Vale, há cerca de cinco anos, com o abastecimento precário. Fotos Eu, Leitor o Repórter

Insatisfação e revolta marcam a vida dos moradores do Condomínio Brisa do Vale, na Estrada do Imburo, que estão desesperados com a escassez de água. O fato vem ocorrendo há meses, sem uma justificativa plausível da Cedae.

 

Um dos moradores, que pediu para não ser identificado, conta que, na época das eleições, vários candidatos a cargo eletivo estiveram no condomínio e fizeram promessas de melhorias no abastecimento, afirmando que o mesmo ocorreria três vezes na semana e não cumpriram. O que está acontecendo por lá é que o abastecimento acontece a cada quatro dias e a água que cai não é suficiente para o consumo das 942 famílias que ali residem. “Com esse calor sem água, as famílias com crianças pequenas vivem sem poder tomar banho, cozinhar, lavar louça. Isso é uma vergonha”, disse o morador.

Ele acrescentou ainda que a fornecedora de água de nossa cidade atende as reclamações, justificando que estão em manutenção, ou que a bomba queimou, ou que o condomínio está no final de linha e o bombeamento é fraco.
Mas a conta chega todo mês infalivelmente.

Outro morador informou também que o problema acontece desde a inauguração do Brisa do Vale, há cerca de cinco anos, com o abastecimento precário.

A situação se agrava neste cenário de pandemia da COVID-19, que inspira múltiplos cuidados, e a higienização é primordial no enfrentamento à disseminação do vírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here