Considerado o mentor do esquema de corrupção do mensalão, José Dirceu voltou a estimular a derrubada do presidente da República, Jair Bolsonaro. A “ideia” foi defendida pelo corrupto petista em um artigo de opinião publicado no site Poder 360 nesta terça-feira (5).

“Não há mais dúvidas. Bolsonaro e seu bando não podem e não devem continuar governando o Brasil. É preciso impedir a marcha acelerada do governo em direção ao suicídio nacional”, disse o corrupto condenado, José Dirceu.

Não é a primeira vez que o ex-ministro de Lula ataca o presidente. O fato de Bolsonaro ter concluído dois anos de governo sem qualquer caso de corrupção ligado ao alto escalão da administração pública federal e sem nenhum membro do governo preso deve mesmo dar nos nervos do condenado petista. Um grande diferença em relação aos governos petistas, sempre balizados pelos esquemas escusos que vieram a público em escândalos com o Mensalão e o Petrolão.

Posso afirmar, sem medo de errar, que Dirceu é antidemocrático, como todo comunista. Em uma entrevista ao jornal El País, o mensaleiro declarou que “é uma questão de tempo pra gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição”, num sinal claro de intensão de desrespeitar a regra democrática vigente no País. E fará tudo o que estiver ao seu alcance para conseguir seu objetivo.

Dirceu também defendeu o Estado, paixão de todo comunista e instrumento para a suas práticas pouco republicanas. “Nossa história nos ensina que só com o Estado e o investimento público, com distribuição de renda e um projeto nacional será possível devolver ao país e seu povo autoestima, orgulho, confiança e coesão social”, disse.

O petista manifestou todo o seu desprezo pelos 57 milhões de votos recebidos por Bolsonaro em 2018 e defende sua retirada ainda em 2021. “Não podemos esperar por 2022 para derrotar este desgoverno. Nossa tarefa principal, em 2021, é remover Bolsonaro do cargo de presidente, de forma legal e constitucional, e mobilizar o país para a vacinação e para um plano de emergência que evite uma catástrofe social já às nossas portas com o aumento do desemprego, da pobreza, da inflação e fim do auxílio emergencial”, disse.

5 COMENTÁRIOS

  1. O Debate na sua defesa de Bolsonaro joga contra Macaé. Lembrando que o ME abandonou Macaé e o presidente da Petrobras nem sabe onde fica Macaé. Assim que vender todos os ativos da BC , ele joga uma pá de cal em Macaé. O jornal tem que ser pragmático na defesa da cidade. José Dirceu deve ter armado muita coisa realmente mas dizer no título que armou o maior esquema de corrupção é um absurdo de um redator que não conhece a realidade mundial.

  2. Esta notícia mentirosa ainda não caducou. Zé Dirceu não é anjo mas os termos da reportagem fajuta é totalmente tendenciosa. O reporter deveria brigar pelo desenvolvimento de Macaé em vez de gastar salivas falando abobrinhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here