Em continuidade ao Plano de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, chegaram ao Brasil, nesta terça-feira (23), mais dois milhões de doses de vacinas Oxford/AstraZeneca importadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do Instituto Serum, na Índia, um dos centros produtores do imunizante.

Esse é o segundo lote de doses importadas da Índia recebido para ampliar a vacinação dos grupos prioritários. Em janeiro, o Brasil já havia recebido dois milhões de doses do imunizante produzido na Índia. O novo montante se soma aos 11,8 milhões de doses já distribuídas pelo Governo Federal para vacinar os brasileiros. As doses são entregues aos estados, que, por sua vez, organizam a logística de envio aos municípios.

A iniciativa de importar mais doses é parte de uma estratégia paralela à produção de vacinas no Brasil, com o objetivo de aumentar a oferta de imunizantes frente ao quadro epidemiológico da Covid-19 no País. No dia 27 de fevereiro, o Brasil deve receber também mais dois lotes de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), com o equivalente de insumo para produção de cerca de 12 milhões de doses da vacina de Oxford pela Fiocruz, no Brasil.

Do final de fevereiro até julho deste ano, o Ministério da Saúde prevê distribuir aos estados mais de 230,7 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19.

Na última semana, o Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, assegurou mais 54 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. Junto com outras 46 milhões de doses já garantidas, 100 milhões de doses serão distribuídas aos estados até setembro.

Com informações do Ministério da Saúde

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here