Macaense é destaque no São Paulo Open

543

Isaac Guimarães Thomaz foi campeão na categoria faixa-preta – peso pena

No último final de semana, o atleta Isaac Guimarães Thomaz foi campeão de um dos mais disputados campeonatos internacionais de Jiu-Jítsu. Ele disputou nos dias 15 e 16, o São Paulo Open 2018, evento promovido pela International Brazilian Jiu-jítsu Federation (IBJJF) em Barueri, no interior paulista.

Representando Macaé, o atleta foi campeão da categoria faixa-preta/ peso pena, umas das mais disputadas do evento. Reunindo competidores do Brasil e de fora, o Open reuniu mais de 1.200 atletas.

Segundo Isaac, a disputa foi bastante acirrada. Ele conta que o nível dos competidores brasileiros e do exterior era bem alto. “Fiz três lutas duríssimas com atletas de alto nível. Venci a primeira de nove pontos a dois. A segunda de seis pontos a zero e a final de quatro pontos a zero e finalizando num estrangulamento pelas costas”, explica o campeão.
Feliz com o resultado obtido através de muito treino e dedicação ao esporte, Isaac aguarda abertura do edital do Programa Bolsa Atleta, conforme estabelecido pela lei municipal 2.756/2006, para se manter no pódio.

“Agora o meu intuito é conseguir patrocínios para as próximas competições, já que não tenho nenhum patrocinador para apoiar minha trajetória no esporte”, comenta Isaac. Para quem tiver interesse em ajudar, basta entrar em contato com ele através do telefone: (22) 99799-9296 ou por e-mail: is44c@hotmail.com.

O atleta, que pertence a equipe Gracie Humaitá Macaé, acumula vários títulos, entre eles, o de campeão estadual da FJJRIO, bicampeão sulamericano da CBJJO, campeão mundial e brasileiro faixa-preta da CBJJO em 2017, campeão faixa-preta/peso pena da Rio International IBJJF 2018 e campeão Rio Open International IBJJF 2018 No GI.

“Pratico o jiu-jítsu há mais de 11 anos, mas estou na faixa-preta somente há dois anos. Sempre luto com adversários com mais de seis anos na categoria, que identificamos pelos graus na faixa. Deixo meus agradecimentos sempre a Deus, aos meus professores Cesar Maillet e Marvel Maillet, minha família e amigos”, enfatiza.