Próximo desafio será o mais difícil para o Oilers, diante do bicampeão da Liga, o Galo FA - Foto Divulgação Nilton B. Santos

Em disputa acirrada, Petroleiros acabaram perdendo para o Ribeirão Preto Challengers por 16 a 12

Em 2018, o Macaé Oilers e o Ribeirão Preto Challengers se encontraram na decisão da Conferência Sudeste na Liga Nacional. Agora, as duas equipes voltaram a se encarar, dessa vez na elite do futebol americano brasileiro: a Liga BFA. E mais uma vez a equipe paulista levou a melhor. Os petroleiros bem que lutaram bravamente, mas acabaram sendo derrotados pelos visitantes por um placar apertado de 16 a 12. O jogo pela terceira rodada aconteceu no último sábado (31), no Estádio Municipal Julieta C. Vianna, em Rio das Ostras.

O jogo começou com o Oilers saindo na frente. Além de impedirem um Field goal adversário, abriram com um chute certeiro: 3 a 0. O Challengers levou a melhor no segundo quarto, depois de um snap dado na linha de quatro jardas, Felipe Tortorello recebeu a bola no fundo do backfield, furou a linha adversária e entrou na endzone, onde colocou a bola entre as traves. 7 a 3.

O placar chegou a ficar 10 a 3 para os visitantes, depois do time de Ribeirão Preto quase conseguir um touchdown. No começo do terceiro quarto, o Macaé foi melhor ao parar o ataque rival. O placar ficou 10 a 5. O time virou depois de Gabriel lançar a bola para Lucas Storck, que estava no campo de defesa. Ele realizou um drible, cortou pela direita e avançou até a endzone. Ponto extra convertido por Daniel: 10 a 12.

O Ribeirão, por outro lado, respondeu e conseguiu virar novamente a seu favor no final do jogo, com um touchdown de Vitor Festuccia, que garantiu a vitória. Nas redes sociais, o time agradeceu a todos que compareceram no jogo para prestigiar o Oilers. “Agradecemos a todo suporte dado por nossa torcida que nos apoiou em todo instante”, disse.

O próximo desafio do Oilers será no dia 14 de setembro em casa. Esse será considerado o jogo mais difícil para os Petroleiros. O adversário é nada mais, nada menos, do que o Galo FA, bicampeão da Liga BFA (2017 e 2018). Há duas temporadas o time mineiro vem mantendo a invencibilidade. Na pré-temporada, o presidente da equipe macaense, Marcelo Mizurine, comentou sobre o peso desse confronto.

“Teremos um jogo em casa contra o Galo FA, representante do Atlético Mineiro na bola oval, um trabalho excepcional que colhe frutos a cada ano. Eles estão invictos há dois anos. Respeitamos muito o trabalho realizado em Minas, mas entraremos em campo como sempre fizemos, em busca da vitória”, destacou na época.

A cada ano a Liga BFA, que chega a sua 3ª edição, vem ficando mais disputada. Não é à toa que ela é considerada o maior Campeonato Brasileiro de Futebol Americano. Pela primeira vez na elite, o Macaé Oilers vem mostrando amadurecimento na competição, mas ainda vive a expectativa de conquistar a sua primeira vitória.

A Liga BFA é promovido pela Associação dos Clubes de Futebol Americano do Brasil. Essa é a primeira vez que o Oilers participa da elite nacional. Ele está disputando a etapa Sudeste, estando no Grupo A ao lado do Galo FA (Campeão de 2018), Portuguesa FA, Ribeirão Preto Challengers e Flamengo Imperadores.

No Grupo B (Sudeste) estão o Tritões, America Locomotiva, SP Storm, Corinthians SteamRollers e o Vasco Almirantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here