Divulgação

Segundo o Covímetro, as taxas atingem o grau de contaminação de Rico Alto, já chegado à divisa o grau Muito Alto

“Quem procura acha. E eu vou procurar retratar a realidade de Macaé”, declarou o Prefeito Dr. Aluizio, durante entrevista coletiva, por vídeoconferência, ocorrido há cerca de 15 dias, quando ele anunciou o início das testagens em massa. Em consequência, exatamente como previsto pelo Chefe do Executivo, o avanço nos números do contágio foi tão acentuado que coloca Macaé como líder no ranking de casos e mortes na Região dos Lagos.

Realmente, os números assustam e transmitem a seriedade do quadro de rápida contaminação do novo coronavírus no município. Os testes em massa começaram pelo Parque Aeroporto, no dia 17 de junho, estendido aos bairros Barra de Macaé, Aroeira e Lagomar. Foram testados 6.009 pessoas, sendo que 1.326 apresentaram reagentes positivos para covid-19. “Vamos testar 15 mil pessoas nesta fase, com o objetivo de reduzir o número de letalidade”, ressaltou o prefeito. O procedimento prossegue nos bairros Malvinas, Nova Esperança, Nova Holanda e Centro.

Por outro lado, além da testagem direcionada como está sendo feita nos bairros e em profissionais que estão retomando suas atividades, o uso do aplicativo “Dados do Bem” vem auxiliado na identificação de pessoas com indicação a serem submetidas ao exame que já vem sendo realizado no Centro de Especialidades Médicas Dona Alba.

As taxas do município registradas, nesta sexta-feira (03), são: de ocupação de leitos terapia intensiva SUS Covid-19, 38,6%; de reprodução do vírus, 1,4; e de letalidade, 2,3%. Segundo o Covímetro, as taxas atingem o grau de contaminação de Risco Alto, já chegando à divisa o grau Muito Alto.

O jornal O DEBATE elaborou um gráfico que revela dia a dia da contaminação por Coronavírus no município de Macaé, revelando os números de contaminados, recuperados e de óbitos desde o dia 27 de março, quando foi registrado o primeiro caso confirmado, e o aumento expressivo pela testagem em massa no período de 17 de junho e 01 de julho.

Produção equipe O DEBATE: Pesquisa – Lena Fernandes; Texto – Isis Maria Borges; Gráfico – Marcos Vinicius

O enfrentamento da situação de combate ao coronavírus em Macaé vem exigindo um conjunto de ações da prefeitura, como a estruturação da rede para atendimento dos pacientes com Covid-19, aquisição de respiradores, aspirador e reanimador, e reformulação de leitos do Hospital Público Municipal Irmãs do Horto (HPMIH) para atender a demanda da pandemia. O Hotel de Deus passou a ser o Centro de Quarentena para pacientes com Covid-19.

O que funciona em Macaé

Através dos decretos, o Prefeito liberou os seguintes estabelecimentos para funcionar: Hospitais e Clínicas (emergência), farmácias, supermercados, mercados, padarias, postos de combustíveis, bancas de jornais e revistas, petshops e mercado municipal de peixes em horário normal. Feira do produtor rural (feirinha da roça) das 5h às 10h. Clínicas, consultórios e laboratórios das 7h às 13 horas. Borracharias, oficinas mecânicas, óticas, salões de cabeleireiro, barbearias, operadoras de palno de saúde e lojas de utilidades domésticas das 10h às 16h. Lojas de materiais de construção, lojas de materiais de informática das 13h às 18h. Escritório de advocacia, escritórios de contabilidade, seguradoras e imobiliárias das 14h às 20 horas. Uso obrigatório de máscaras para funcionários e clientes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here