Macaé estreia na Seletiva contra o Resende

390
Equipe encerra o calendário de competições em 2018 após a eliminação para o Audax-RJ na Copa Rio

FERJ diz que as datas dos jogos serão definidas após a divulgação do calendário da CBF

Após a decisão de manter a Seletivas do Campeonato Carioca em 2019, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) realizou, na tarde da última quarta-feira (5), na sua sede na capital fluminense, o sorteio da tabela. A reunião contou com a presença dos presidentes e representantes dos clubes.

Segundo a FERJ, as datas dos jogos ainda serão definidas, conforme o calendário da CBF. O Macaé Esporte estreia na competição jogando contra o Resende fora de casa.
Na segunda rodada, o Leão terá o mando de campo no duelo contra o Nova Iguaçu. Na terceira rodada ele enfrenta o campeão da Série B1 fora. As duas últimas rodadas serão em casa, contra o segundo colocado da Série B1 e o Goytacaz, respectivamente.

Essa é a segunda vez que o Alvianil Praiano irá disputar a fase preliminar da primeira divisão do Cariocão. Até então, o time havia terminado a competição em 9º lugar no geral com 12 pontos, cinco a mais do que o Voltaço.

No entanto, após a escalação irregular do lateral-esquerdo Lucas Gabriel durante a Taça Rio, segundo turno do campeonato, o time foi punido com a perda dos pontos mais multa de R$ 1 mil, o que resultou no “rebaixamento” para a Seletiva.

A denúncia foi feita pelo Volta Redonda, que até então tinha sido rebaixado, ao Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ). Por unanimidade dos votos, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol decidiu manter a decisão do TJD-RJ em punir o clube do norte fluminense pelo erro cometido.

Relembre o caso

O Volta Redonda usou como argumento na época da denúncia o artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva que diz que “incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente” pode resultar na perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, além de multa.

De acordo com a justiça, o atleta participou de seis jogos pelo Macaé sem contrato registrado no BIRA. Lucas teria tido o contrato encerrado no dia 20 de fevereiro (segundo publicado no BID da CBF), ou seja, antes do começo da segunda fase do Cariocão, que iniciou-se em março. Conforme consta nos autos do processo, ele atuou sem contrato nos dias 24 fevereiro, 1º, 4, 7, 10 e 18 de março.

Por conta disso, o TJD-RJ entendeu que, de fato, existiu a escalação irregular e puniu o clube com a perda de 26 pontos, além da multa de R$ 15 mil, R$ 2,5 mil por partida, sendo que o valor foi reduzido para R$ 1 mil.

Leão dá adeus à Copa Rio

No mesmo dia que conhecia seus adversários no Cariocão, o Macaé Esporte dava adeus à Copa Rio. Após perder, de virada, por 2 a 1 para o Audax-RJ em casa, no Moacyrzão, a equipe foi eliminada nas quartas de final.

No primeiro jogo, o time adversário havia vencido por 2 a 0. Por conta disso, o Alvianil Praiano precisaria vencer por, no mínimo, uma diferença de dois gols, o que levaria a decisão para os pênaltis, ou mais de três gols de vantagem para se classificar para as semifinais automaticamente.

O time chegou a abrir o placar com Willian Thuran, mas Gilcimar e Denilson viraram para os visitantes.