Com empate em 2 a 2 com a Lusa, e derrota do Americano e América, Macaé conquistou a última vaga na Série A no sábado, em Cardoso Moreira. Gols foram de Gedeil e Matheus Babi - Divulgação/ André Oliveira/AAP

Depois do empate com a Portuguesa, pela Seletiva, o Leão foca agora no próximo confronto diante do atual campeão Carioca, Brasileiro e da América, no sábado

A classificação parecia ser quase que improvável, mas o Macaé Esporte provou que lutar até o último minuto pode fazer toda a diferença dentro de campo. No último sábado (11), o time recebeu a Portuguesa em Cardoso Moreira, no Estádio do Ferreirão, pela partida da última rodada da Seletiva do Campeonato Carioca.

Para avançar, o time teria que empatar ou vencer a Lusa, já classificada para a etapa principal do estadual, e contar com a sorte do resultado dos outros dois jogos (Friburguense x Americano e Nova Iguaçu x América).

No começo do jogo, a sorte parecia não estar a favor do Leão. Os visitantes saíram na vantagem ainda no primeiro tempo, com o placar de 2 a 0, gols de Maicon Douglas e Adriano.

O Macaé não se abalou, se concentrou no jogo e buscou a recuperação. Na etapa complementar, o Alvianil Praiano conseguiu o empate com Gedeil e Maranhão.

Com um ponto, o time voltaria a assumir a segunda posição na tabela com a mesma quantidade de pontos do Americano, porém vantagem no Saldo de Gols.

E o adversário nessa briga pela vaga não estava, para a sorte do Macaé, em um bom dia. O Americano foi derrotado pelo lanterna da Seletiva, o Friburguense, por 1 a 0. Outro que poderia conquistar a classificação seria o América, que levou uma goleada de 4 a 0 do Nova Iguaçu.

“Fico muito feliz com o resultado final. Projetamos e montamos esse grupo pensando em cada detalhe. Não esperava classificar com sete pontos, sempre pensei que a nota de corte fosse 10 pontos. Merecemos pelo trabalho e a dedicação do grupo. Agora é focar na estreia no próximo sábado. Temos mais uma semana pela frente até o encontro com o Flamengo. Agora é comemorar, o grupo merece”, disse o técnico Mário Júnior, que voltou a comandar a equipe do campo depois de um período afastado por problemas de saúde.

Autor de um dos dois gols, o atacante Matheus Babi, o “Babigol”, terminou a Seletiva como artilheiro da competição. Agora classificado, o jogador comentou sobre a partida e a trajetória do time nessa temporada.

“O momento foi de muita luta. Conseguimos unir forças para buscar o resultado contra a Portuguesa, que é um excelente time. Agora, precisamos descansar, avaliar o trabalho e pensar no futuro”, disse o artilheiro.

Como terminou em segundo lugar, o Macaé já descobriu quem será o seu primeiro adversário na Taça Guanabara, primeiro turno do Cariocão – Série A. O rival será nada mais, nada menos, do que o Flamengo, atual campeão Brasileiro e da América.

Só que a equipe que o Leão irá enfrentar será o Sub-20, já que o elenco principal está de férias após o Mundial de Clubes da FIFA. No último encontro entre as duas equipes, em 2018, pelo Carioca, o Alvianil Praiano conquistou uma vitória inédita por 1 a 0 diante do time misto rubro-negro no Moacyrzão.

O jogo entre Macaé e Flamengo será no próximo sábado (18), às 16h, com o local a ser definido, já que o Estádio Moacyrzão segue interditado. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) estuda a possibilidade do confronto ser no Maracanã, na capital fluminense.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here