Macaé precisa da vitória diante do Goytacaz neste sábado pelo Grupo X do Carioca

Partida será realizada neste sábado (26), às 17h, no Estádio Ferreirão, em Cardoso Moreira

O Macaé terá a chance de se reabilitar no Grupo X do Campeonato Carioca contra o Goytacaz, no Estádio Ferreirão, neste sábado (26), às 17h, pela segunda rodada da competição. Na primeira rodada, a equipe comandada pelo técnico Luis Antônio Zaluar empatou em 0 a 0 com o América. Já a equipe campista venceu o Nova Iguaçu.

O jogo sequer envolvia o Macaé, mas o Estádio Moacyrzão foi palco, no último domingo (20), do duelo entre Cabofriense e Botafogo, vencido pelo Tricolor Praiano por 3 a 1. Na ocasião, foi flagrado um ninho de marimbondos em uma das traves da praça esportiva, além de um princípio de incêndio em um dos refletores do estádio. Com isso, a Defesa Civil interditou o local e o Alvianil Praiano terá que mandar o compromisso contra o Goytacaz no Ferreirão, em Cardoso Moreira.

“Isso prejudica muito nosso time. O fator casa estava prevalecendo. Estávamos com o aproveitamento bom jogando no Moacyrzão, mas espero que isso não venha atrapalhar em nada. Vamos em busca da vitória em Cardoso Moreira”, disse o volante Filipe Silva.

Por conta disso, Filipe Silva pediu inteligência na luta pelo resultado positivo. Para o volante, o jogo será decidido nos detalhes.

“Temos que jogar com inteligência, pois sabemos que não vai ter jogo fácil nesse Grupo X. Tivemos essa semana cheia para trabalhar e concentrar nessa partida. Quem errar menos vai sair com a vitória nesse jogo que será decidido no detalhe. Precisamos de atenção do início até o final”, alertou.

O técnico Luis Antônio Zaluar afirmou estar insatisfeito com a postura ofensiva do Macaé. Segundo ele, a equipe consegue criar boas jogadas, mas não chega a concluí-las.

“O aproveitamento não está bom, principalmente nas jogadas ofensivas. Temos um defeito muito grande que é não terminar as nossas jogadas com o gol. Então damos contra-ataques, fomos surpreendidos pelo America desta forma. Eu ainda alertava os jogadores que terminar as jogadas no gol é fundamental. Que seja, com uma finalização, para o adversário não ter chance de contra-atacar. O Macaé chega com qualidade, pressiona o adversário, mas não termina as jogadas. Isso está sendo fatal, porque perdemos gols na Seletiva que no fim das contas, proporcionaram a vitória dos adversários”, analisou o comandante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here