Macaé é referência regional na assistência em cardiologia

425
Nos últimos 12 meses, a rede municipal realizou 878 cateterismos, além de 293 procedimentos ambulatoriais ligados ao setor de cardiologia

Nos últimos 12 meses, 594 cirurgias cardiovasculares foram realizadas na rede municipal

Ao investir na ampliação da rede ambulatorial, exames e na realização de procedimentos de média e alta complexidade, Macaé segue como referência regional na assistência em cardiologia, ao ultrapassar metas de atendimentos preconizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Nos últimos 12 meses, 594 cirurgias cardiovasculares foram realizadas na rede municipal, através de contratualização celebrada junto a equipe do Hospital São João Batista.

E esses procedimentos de alta complexidade registraram aumento neste ano, em comparação a 2018. Em junho do ano passado, 34 cirurgias cardiovasculares foram realizadas pela rede. Já em 2019, o número de procedimentos saltou para 40, no mesmo mês. Também nos últimos 12 meses, a rede municipal realizou 878 cateterismos, além de 293 procedimentos ambulatoriais ligados ao setor de cardiologia.

Por alcançar a excelência na execução desses procedimentos, Macaé passa a acolher também pacientes de outras cidades das Regiões Norte Fluminense e dos Lagos, Baixada Litorânea e Metropolitana, através da pactuação da rede de atenção cardiovascular, validada pelo SUS, que inclui também a rede de Cabo Frio.

Com um novo modelo de acolhimento e assistência, o Centro de Especialidades Médicas Dona Alba tornou-se a porta de entrada para os pacientes da cidade. O setor de cardiologia foi o primeiro a ocupar o espaço da antiga fábrica Bariloche, situada na Rua Governador Roberto Silveira, inaugurado pela prefeitura no aniversário da cidade, em 29 de julho.

Além do agendamento de exames, os pacientes atendidos pela rede municipal já realizam consultas e exames do setor de cardiologia no Centro de Especialidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here