Aeronave da Passaredo Linhas Aéreas tem capacidade para 70 passageiros - Divulgação

Voos diários vão atender principalmente a classe empresarial e comercial que busca a capital paulista para negócios

A grande expectativa que durante vários anos cercava a utilização do Aeroporto de Macaé, colocando-o como sala de visitas do município, parece ter chegado ao fim com a informação de que, a partir deste domingo (27), a companhia aérea Passaredo estará fazendo a ligação desta cidade com a capital paulista, inaugurando desta forma, a nova pista de 1.200 metros de comprimento por 40 de largura, com as aeronaves ATR-72, com capacidade para 70 passageiros. Desde 2015, quando a Azul que ligava Macaé ao Rio, Vitória e Campos, decidiu paralisar suas atividades por deficiência da pista, várias instituições empresariais começaram a cobrar do governo não só a construção de uma nova pista para pouso e decolagem de aeronaves maiores, mas também da nova estação de passageiros que era de 900 metros quadrados e agora, é uma das maiores do que em alguns estados.

São 11 mil metros com capacidade ampliada para 1,2 milhão de passageiros, 10 balcões de check-in, 460 vagas de estacionamento, canal de inspeção para offshore, 47 posições para aeronaves incluindo offshore, com espaço para lanchonetes, drogaria, caixas eletrônicos, restauração da pista de pouso, terminal climatizado e 2.300 empregos gerados durante a obra. O início das operações na pista marca o fim da readequação do terminal que agora passou a ser administrado pela Aeroportos do Sudeste do Brasil – Aseb, depois de a Zurich Aiport, suíça, ter vencido a licitação. Agora, a cidade ganha um novo espaço, também, para a população residente na área norte da cidade, que terá espaços comerciais para fazer compras uma vez que a intenção da nova administração é transformar a nova estação de passageiros num aeroshop, como os existentes em outros terminais.

Aeronave da Passaredo Linhas Aéreas tem capacidade para 70 passageiros – Divulgação

A Passaredo Linhas Aéreas, primeira a se manifestar sobre o uso do aeroporto, anunciou no dia três deste mês a decisão de operar em Macaé, e o primeiro voo está programado para as 18h25 deste domingo (27), direto para o aeroporto de Congonhas (São Paulo). A empresa exibe no seu portifólio a informação de 70 voos diários para 10 estados, 35 destinos e o atendimento a 110 mil passageiros/mês. Após a confirmação do voo, a Abespetro, através do secretário Gilson Correa, divulgou pesquisa apontando a preferência da classe empresarial ligadas à área de petróleo e gás.

Também muitos comerciantes habituados a fazer compras em São Paulo, aplaudiram a iniciativa e, segundo Francisco Navega, presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé, a utilização de veículos ou ônibus para essa tarefa, ficará no esquecimento e a BR-101 que vem causando enormes transtornos aos empresários que a utilizam até o Rio de Janeiro para fazer a ponte aérea, não terão mais essa dificuldade. Pelo contrário, não só o tempo, como as despesas de viagem, serão mais baratas voando pela Passaredo de Macaé até São Paulo e vice-versa.

Com o balcão de atendimento no aeroporto de Macaé procurado pelas pessoas interessadas já em atividades, até quinta-feira a informação é de que o voo inaugural que terá a presença do Diretor da Aseb, Mathias Metter, já estaria com mais da metade da ocupação da aeronave ocupada. Como as reservas também podem ser feitas pela internet, tem sido grande a pesquisa de interessados em fazer o voo, considerando que com quanto mais antecedência a passagem for comprada, o preço sairá mais barato.

Também os diretores da Zurich Aiporto e autoridades convidadas estarão presentes ao evento que será realizado no saguão do aeroporto de Macaé antes do primeiro voo do ATR-72 da Passaredo.

Frequências VOEPASS/MAP Aeroporto de Congonhas

Ribeirão Preto (SP) para São Paulo/Congonhas
07h00 > 08h10
09h50 > 10h55
11h15 > 12h25
19h55 > 21h05
São Paulo/Congonhas para Ribeirão Preto (SP)
08h15 > 09h20
09h50 > 11h00
17h30 > 18h40
20h30> 21h40

Uberaba (MG) para São Paulo/Congonhas
06h10 > 07h45
São Paulo/Congonhas — Uberaba (MG)
21h30 > 23h00

Bauru (SP) para São Paulo/Congonhas
09h35 > 10h40
12h55 > 13h55
19h50 > 20h55
São Paulo/Congonhas para Bauru (SP)
07h25 > 08h30
11h25 > 12h30
17h30 > 18h35

Marília (SP) para São Paulo/Congonhas
10h50 > 12h10
São Paulo/Congonhas para Marília (SP)
09h00 > 10h20

Dourados (MS) para São Paulo/Congonhas
06h00 > 09h20
16h45 > 20h00
São Paulo/Congonhas para Dourados (MS)
13h > 14h15
21h40 > 23h55

Araçatuba (SP) para São Paulo/Congonhas
15h25 > 16h55
São Paulo/Congonhas para Araçatuba (SP)
12h55 > 14h25

Macaé (RJ) para São Paulo/Congonhas
18h25 > 20h05
São Paulo para Congonhas para Macaé (RJ)
14h25 > 15h40

1 COMENTÁRIO

  1. A matéria caiu!!!!
    Os voos não se realizaram porque a ANAC não conseguiu homologar a pista a tempo devido a burocracia.
    Os voos de congonhas estão sendo desviados para Cabo Frio e o restante do percurso é feito de Onibus

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here