Cerimônia de lançamento da 101a edição aconteceu no último dia 14, na Arena Maracanã - Divulgação/ Tiago Ferreira

Ao todo 33 equipes, divididas entre Série A e B, vão disputar a temporada, que começa dia 14 de março. Secretaria de Esportes prometeu, durante a cerimônia, apoio aos campeonatos da LMD

Na contagem regressiva para o início do Campeonato Macaense de Futebol Amador. Na última sexta-feira (14), a Liga Macaense de Desportos (LMD) realizou o sorteio dos grupos das Séries A e B. o evento de lançamento da temporada 2020 aconteceu na Arena Maracanã.

Segundo o calendário da Liga, a competição começa no dia 14 de março (Série A) e 28 de março (Série B). Ao todo são 33 equipes, sendo 18 na primeira divisão e 15 na Série B.

Pela Série A, disputam o título de campeão macaense as seguintes equipes, divididas em três grupos: Fúria, Paraíso, Córrego do Ouro, Águia, Selefogo/Macabuense e Galácticos (Grupo A); Sinditob, Aroeira, Lagomar, Macaé, AMFE/Barracelona e Aeroporto (Grupo B); Independente, Bengala, Glicério, Barramares, Atlético Lagomar e Falcão Serrano (Grupo C).

Os times jogam entre si em cada grupo na primeira fase. As duas melhores de cada se classificam para as quartas-de-final, além das duas melhores terceiras colocadas no geral. Nessa segunda etapa, as quatro melhores na primeira fase jogarão com a vantagem do empate, diferente das semifinais e final, onde o critério de desempate será definido nos pênaltis. As equipes com o pior desempenho e cada grupo na temporada serão rebaixadas para segunda divisão em 2021.

O mesmo tipo de formato será aplicado na Série B. As três melhores, no final, sobem para a primeira divisão no próximo ano. No Grupo A estão: Trezentos, Praia Campista, Borússia Cabo Frio, Atlético Macaé e Nordeste. Já no Grupo B fazem parte: Borússia Macaé, União Lagomar, NB Atlético, Bicuda e Alvorada. No Grupo C estão o Aterrado, Real Parças, Sporting Macaé, Red Bull Macaé e Frade.

A cerimônia de abertura da temporada contou com a presença do novo presidente da LMD, Robson Agostinho, do antigo presidente, Wanderson Agostinho, da secretária de Esportes de Macaé, Andréia Freitas, além de dirigentes, técnicos e atletas dos clubes participantes.

“O futebol amador é um patrimônio da cidade. Está no calendário esportivo do município e, em 2020, temos três metas com um único objetivo: salvar vidas”, conta Wanderson Agostinho.

Segundo a LMD, antes do Carnaval, os 33 clubes participantes se comprometeram a levar, pelo menos, cinco pessoas de cada agremiação para doar sangue.

“Além disso, seguiremos com a campanha de arrecadação de alimentos como forma de ingresso nos jogos e, por fim, queremos fazer uma maior integração com as comunidades carentes de Macaé”, finalizou o ex-presidente.

Uma das lutas da LMD é o reconhecimento do poder público. Esse ano, a Secretaria de Esportes diz que pretende apoiar o futebol amador da cidade. “Assim que recebi o convite para o evento, aceitei prontamente. Estamos finalizando o acerto do convênio com a Liga Macaense de Desportos e o futebol amador proporciona uma grande confraternização entre as comunidades e as famílias. O Estádio Cláudio Moacyr está em obras e acredito que em até 30 dias ele será desinterditado, pode assim voltar a receber jogos, inclusive do Campeonato Macaense. Quero aproveitar também a ocasião para pedir o retorno do futebol feminino”, disse.

A Liga Macaense de Desportos foi fundada em 30 de setembro de 1942. A instituição é responsável pela regulamentação do Campeonato Macaense de Futebol de diversas categorias. Para acompanhar as novidades, o interessado pode acessar a página nas redes sociais: https://www.facebook.com/LMDMACAE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here