Legislativo cobra proteção das matas nas nascentes do Rio Macaé

420
Vereador Márcio Bittencourt chama a atenção para o cumprimento do Código Florestal

A proposição de Márcio Bittencourt foi defendida por vereadores da situação e da oposição

O Legislativo enviará correspondência à Secretaria Adjunta de Ambiente e Sustentabilidade cobrando a proteção das fontes de água que abastecem a cidade. O Requerimento 20/2019, de Márcio Bittencourt (MDB), foi aprovado por unanimidade na quarta-feira (27).

O parlamentar chama a atenção para o cumprimento do Código Florestal, e alertando sobre a degradação das matas nas margens dos principais afluentes e nascentes do Rio Macaé. “Com o vereador Maxwell Vaz (SD), num trabalho da Comissão de Meio Ambiente desta Casa, verifiquei que as áreas próximas de todas as fontes na Serra Macaense sofrem com o desmatamento”, sustentou Márcio.

Já Nilton César Pereira (PROS), o Cesinha, sugeriu que esses locais, hoje privados, sejam desapropriados. “Assim a prefeitura terá mais condições de proibir a degradação e fazer o replantio”.

Segundo Márcio, ocorrem ainda outros problemas. “Cheguei a ver bovinos próximos, causando risco de contaminação da água”.

Luciano Diniz (MDB) disse que nunca viu nenhuma ação do Executivo para a proteção das nascentes na Serra. “Houve apenas uma em parceria, com a Cedae, na Bicuda Pequena”.

Marcel Silvano lembrou que o Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-Ambiental de Macaé (Nupem), da UFRJ, já apresentou na Câmara relatório denunciando o perigo de escassez de água no município se a situação continuar. “E agora a prefeitura anuncia que quer tomar o lugar da Cedae no abastecimento. Infelizmente, o plenário não aprovou na terça (26) a convocação dos responsáveis para explicar como será feita essa substituição”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here