Suzana Chaves, Celso Belmiro, Julia Peralta, Aleksandra Menezes e João Luiz Wanderley, são os docentes da UFRJ Campus Macaé, idealizadores pelo projeto ‘#LIPnaLive’ - Foto ilustrativa

‘#LIPnaLive’ é o projeto criado pelos professores das áreas de imunologia e parasitologia da instituição, que vem ganhando evidência na cidade

Programa de lives do Laboratório de Imunoparasitologia (LIP), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Campus Macaé, traz nesta quinta-feira (04), às 18h30, a discussão sobre ‘Consequências da COVID-19 nos pulmões e outros órgãos’, com a participação especial do Fernando Bozza, médico infectologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Segundo Suzana Chaves, farmacêutica, professora das áreas de imunologia e parasitologia da instituição e uma das idealizadoras do projeto, focando no coronavírus, no momento, o objetivo é discutir temas relevantes sobre doenças infecciosas através de entrevistas ao vivo no canal do LIP no YouTube.

“Durante as entrevistas as pessoas podem participar através de perguntas no bate-papo do YouTube. Dúvidas e perguntas também podem ser feitas nas postagens feitas em nossas páginas no Facebook e Instagram, visando melhorar o conhecimento da população e o aumento da adesão às medidas de combate a infecção, propostas pelas instâncias responsáveis, bem como aproximar a sociedade da universidade”, pontua.

Além da professora Suzana, o projeto intitulado como ‘#LIPnaLive’ conta ainda com os idealizadores, Aleksandra Menezes, Celso Belmiro, João Luiz Wanderley e Julia Peralta, que também são professores das áreas da saúde da universidade e atuantes no Laboratório de Imunoparasitologia, voltado para o estudo de alguns agentes infecciosos e como o sistema imune combate essas infecções.

Frente à pandemia do coronavírus, onde o isolamento social é a medida mais eficaz contra à propagação do vírus, o programa de lives vem ganhando evidência na cidade, visto que coopera com a saúde e o bem-estar da população, por meio de informações diversas através de médicos e especialistas.

De acordo com Suzana, a equipe visa aumentar o acesso da população ao conhecimento científico, com a oportunidade de conversar com especialistas sobre assuntos relevantes no contexto das doenças infecciosas e, dessa forma, combater ainda as fake news que lemos e/ou recebemos todos os dias através de mensagens de celular e internet.

“Os assuntos abordados têm relevância para o entendimento desse momento de pandemia que estamos enfrentando. Até o momento, já conversamos sobre a COVID-19 e o desenvolvimento de vacinas; o uso de soro de pacientes curados da doença como tratamento; diagnóstico da infecção e falamos sobre o vírus SARS-Cov-2, causador da COVID-19”, ressalta.

Suzana revela que, no laboratório, orientam os alunos de graduação e pós-graduação no desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso, teses e dissertações, desenvolvem projetos de pesquisa na UFRJ em colaboração com outras instituições e, atividades de Extensão Universitária, como projetos que visam informar sobre os benefícios da amamentação, vacinação e este projeto ‘#LIPnaLIVE’, que visa alcançar a população através das redes sociais.

Na quinta-feira (11), o programa que completou um mês recentemente, receberá o Dr. Gleison Guimarães, médico pneumologista, para discutir o tema ‘Tratamentos na COVID-19’. Para participar das lives do Laboratório de Imunoparasitologia da UFRJ Campus Macaé, basta acessar o canal no YouTube pelo endereço www.youtube.com/c/LIPUFRJMacaé, no Facebook (LIP UFRJ) e no Instagram (@lip.ufrj.macae).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here