Foto: Divulgação

Ivana Figueiredo transmite as notícias do cenário político de Brasília para Macaé

Notícias do cenário político da Capital da República chegam em tempo real a Macaé. A jornalista, radialista e locutora Ivana Figueiredo informa tudo que está acontecendo em Brasília (DF), diariamente, atuando com brilhantismo na Rádio 95FM, como correspondente da emissora no Planalto Central.

A macaense, com 34 anos de atividade no jornalismo, entra ao vivo em três momentos diários da 95FM, pela manhã às 8h30 no programa de Ana Flores, à tarde às 12h30 com Nelson Caio, e às 19h com Eduardo Lemos (Estilo 95).

Formada em inglês e espanhol e amante da corrida, dança, filmes e ioga, a radialista fala sobre esta parceria com a 95, que visa estreitar a relação Macaé e Brasília, tanto no meio político como social.

Com uma expressiva trajetória no jornalismo, Ivana Figueiredo, formada há 34 anos pela Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro, teve seu primeiro contato com o jornalismo no Jornal O Rebate de Macaé (José Milbs), e depois na Rádio Jornal 820, apresentando um programa para mulheres, além de gravar muitos comerciais em Macaé.

A radialista conta que morou também em Angra dos Reis, onde trabalhei no Jornal Maré; em Nova Friburgo (Revista, Rádio Sociedade de Nova Friburgo e como repórter esportiva na cobertura do Friburguense nos programas No Mundo da Bola e Bate Bola Nacional para a rádio Nacional); em Niterói (estagiou por três anos no Jornal O Fluminense e na rádio Fluminense AM).

A mudança para Brasília aconteceu após fazer um curso na Capital Federal. Em 15 dias estava empregada. Voltou para Macaé apenas para despedir dos meus pais. Na ocasião ela tinha 23 anos de idade e dois anos de formada.

“Sai da minha zona de conforto e vim atrás de experiências pessoais e profissionais. Comecei a trabalhar como controle mestre na TV Capital, na Torre de TV”, contou Ivana, acrescentando que trabalhou ainda como repórter na rádio Planalto. Como repórter da TV Capital, foi escolhida para fazer a divulgação da Record em Brasília (TV Capital virou a Record).

“Num desses encontros conheci o jornalista Pedro Rogério Moreira, da Globo, fiz a entrevista e depois de um bate-papo pedi uma oportunidade de emprego. Seis meses depois recebi um telefonema dele pedindo que fizesse um teste para a rádio Globo/CBN. Passei e fui designada para a cobertura política no Palácio do Planalto”, revela a macaense.

Ilustres entrevistados e outras atividades

Nome respeitado no cenário jornalístico de Brasília, Ivana Figueiredo fez muitas coberturas importantes, entre elas, as dos presidentes Sarney, Collor (cobria, inclusive, as corridas na Casa da Dinda), Itamar e Fernando Henrique Cardoso (quando sai da CBN).

“Uma das pautas mais marcantes foi o impeachment do Collor, em 1992, acusado de envolvimento em corrupção e fraudes financeiras, mobilização dos caras pintadas nas ruas, morte de PC Farias, tesoureiro da campanha de Collor, em 1996”, frisou a radialista.
Ivana prossegue ressaltando que foi correspondente da rádio Tupi (RJ) em Brasília até 2008. Foram cinco anos de muito trabalho e de participação em programas variados, entre eles: Programa do Francisco Barbosa, Show do Clóvis Monteiro, Show do Pedro Augusto, Show do Heleno Rotay e Show do Apolinho (Washington Rodrigues)

Ela conta também que trabalhou sete anos na liderança do PT na Câmara, atuando no jornal, em seguida na rádio e nas redes sociais do partido, além de programas variados, entre eles, sobre economia com o deputado Enio Verri (PT-PR).

Atuou também em várias coberturas eleitorais, como a última eleição presidencial, de Brasília para uma agência de São Paulo. “Em seguida fui trabalhar como assessora de imprensa do deputado macaense Christino Áureo (PP-RJ), eleições municipais e atualmente atuo como correspondente da Rádio 95 FM”, disse.

Vida pessoa da jornalista

Ivana Figueiredo orgulha-se muito dos seus três filhos: Matheus, 27 anos, formado em Gestão Ambiental pela UnB, os gêmeos Pedro e Gabriel, 22 anos – o primeiro cursa Medicina Veterinária e o segundo Fisioterapia.

Ela ama cachorro tendo adotado dois: Belinha, que tem 11 anos, e Mike, que tem 6. a macaense ainda encontra tempo para fazer caminhadas diariamente, dança e yoga, que são as suas terapias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here