Assessoria de comunicação do INSS afirma que atendimentos perícias médicas serão regularizadas - Fotos: Arquivo

Agência retornou ao atendimento na segunda-feira (14) e foi marcado por muitos problemas, filas e frustração

 

Depois de quase seis meses fechadas, a agência do INSS de Macaé reabriu na segunda-feira (14), mas o retorno foi marcado por muitos problemas, filas e frustração. A maioria dos segurados não conseguiu atendimento, mesmo tendo seguido a orientação do governo de agendar horário, porque a perícia médica, serviço mais esperado, não voltou. A direção do órgão informou que, por ora, os serviços de perícia estão suspensos.

Quem tiver agendado a perícia médica para a próxima semana nas agências não compareça, porque não vai haver o atendimento. É preciso remarcar o procedimento por meio do (portal ou aplicativo) Meu INSS ou do telefone 135.

De acordo com as informações do INSS, existem cerca de 750 mil pessoas em todo país aguardando pelo procedimento e, segundo o INSS, somente ontem (14), sete mil deixaram de ser atendidas.

“Estou desde maio sem receber e não consigo fazer a perícia. Fiz uma cirurgia de risco na barriga e sou pedreiro, não tenho como voltar a trabalhar. Sempre paguei INSS para ter meus direitos e não consigo nem informação”, reclama Raimundo Pereira da Silva, de 63 anos, que foi sem sucesso à agência.

A equipe de reportagem do jornal O DEBATE entrou em contato com a assessoria de comunicação do INSS que, por meio de nota informou que, as perícias estão suspensas até que as adequações sejam feitas (novas inspeções serão feitas entre esta terça-feira (15) e quarta (16) para viabilizar o rápido retorno). A assessoria de comunicação disse ainda que, nesta semana o INSS espera ter novidades quanto ao retorno do serviço de perícias médicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here