Projeto Mulheres em Luta presta assistência a mulheres carentes na cidade que sofrem de algum tipo de câncer - Foto Divulgação

Parceria entre o ‘Projeto Mulheres em Luta’ e ‘Irmane Ce pela Paz’ já atendeu a mais de 18 pacientes

Todos os anos cresce o número de casos de câncer de mama no Brasil e no mundo. Em Macaé, isso não tem sido diferente. Na Capital do Petróleo, pacientes que vivem em situação de vulnerabilidade social, que muitas vezes não conseguem o apoio do poder público, contam com a ajuda do Projeto Mulheres em Luta, da Tribo dos Malês 21.

A iniciativa, sem fins lucrativos, presta suporte a essas pacientes oncológicas no município e também na região. Muitas vezes, casos mais graves poderiam ter outros desfechos se a prevenção fosse feita e a doença detectada desde o início.

Visando alertar sobre a importância de identificar o câncer ainda no início, o que aumenta a chance de cura, o projeto, em parceria com o ‘Irmane Ce pela Paz’, criou a campanha “Amigo do Peito”. O objetivo é buscar ajuda financeira para custear os exames de mamografia ou ultrassonografia de mulheres carentes. “Muitas não conseguem o atendimento digno pela rede pública. A gente ajuda buscando conseguir recursos para custear esses exames, fundamentais para a prevenção”, explica Marilene Ibraim, criadora do Mulheres em Luta.

A campanha já foi lançada e em apenas uma semana já atendeu 26 pessoas. “Esse número foi em apenas cinco dias. Temos ainda 18 pacientes na fila, aguardando a sua vez. Somente no conjunto habitacional havia 12 mulheres com nódulos na mama. Muita gente morre todos os dias por conta da falta dos exames. É por isso que sempre reforçamos a importância do preventivo”, alerta.

O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres, depois do de pele.

No Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama responde por cerca de 25% dos novos casos registrados anualmente da doença.

“No ano passado, aproximadamente 2,1 milhões de novos diagnósticos de câncer de mama, contribuindo com cerca de 11,6% do total de casos de câncer no mundo. Mais o câncer de mama não é restrito apenas às mulheres, a chance de um homem ter câncer de mama é uma a cada 100 casos. Por esse motivo a Tribo dos Males 21, por meio do projeto Mulheres em Luta, e o Irmane Ce pela Paz lançaram essa campanha”, diz Marilene.

Segundo o INCA, o câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama. Esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando um tumor.

Há vários tipos da doença. Por isso, ela pode evoluir de diferentes formas. Alguns têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente. Esses comportamentos distintos se devem a característica próprias de cada tumor.

Quem tiver o interesse em ajudar a custear os exames das pacientes, o contato é: (22) 992793964 (Marilene Ibrain).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here